Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fala confusa de Maradona assusta fãs; entorno cita remédios para insônia

De volta a seu país para treinar o Gimnasia La Plata, ídolo argentino causou espanto em suas primeiras entrevistas

Diego Armando Maradona retornou à Argentina e levou consigo sua infinita vocação para controvérsias. Em seus primeiros dias como treinador do Gimnasia y Esgrima de La Plata, do qual faltou justo no primeiro treinamento, o ex-craque de 58 anos chamou atenção por problemas graves de comunicação. Em sua entrevista coletiva, Maradona falou de forma estranha, extremamente pausada, e com alguns pensamentos desconexos.

A dificuldade do ídolo nacional para se expressar, em contraste ao modo expansivo e direto que sempre o caracterizou, levantou suspeitas sobre danos cerebrais e até de uma possível recaída na dependência química. Segundo reportagem do diário Olé desta quarta-feira, 11, no entanto, a fala pausada e confusa de Maradona está ligada a problemas para dormir associado ao consumo de álcool.

“Uns idiotas disseram outro dia que não entenderam o que eu falava… Claro, como queriam entender se eu estava chorando?”, desabafou Maradona no início da semana, em entrevista à Fox Sports argentina, citando a emoção de sua chegada ao Gimnasia. Segundo familiares, no entanto, há outras razões.

“Milhares de vezes o colocam para falar no ar quando não está apto. Ele toma pastilhas para dormir há mil anos e, misturadas com álcool, é terrível. Ele nem sequer está embriagado, porque com uma taça de álcool ninguém fica bêbado, mas a mistura lhe causa um efeito tremendo”, explicou a filha Dalma, em uma entrevista de 2017. “Já disse para que ele não dê entrevistas nestas condições. Me dá raiva porque parece que as pessoas ao redor dele o expõem.”

O tema começou a ser debatido ainda durante a Copa de 2014, quando Maradona apresentou um programa para uma emissora da Venezuela. Na época, o médico pessoal de Maradona, Alfredo Cahe, revelou que o ídolo do Napoli fazia um tratamento à base de ansiolíticos. “Me deu a impressão de que tomou remédios tranquilizantes em excesso”, disse Cahe.

Também em 2014, Rocío Oliva, namorada de Maradona, contou, entre uma briga e outra, que o ex-jogador se livrou completamente do vício em cocaína, mas que precisa de “dez a 15 pastilhas para dormir” e que suas companhias favoritas eram o medicamento Alpax e champanhe.

Segundo o Olé, o staff de Maradona considerou um “descuido” ter exposto o ídolo a uma longa entrevista coletiva naquelas condições, mas ressaltou sua enorme satisfação em voltar a trabalhar no país.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. jose monteiro

    Dieguito andou tendo conversas com a dilmanta né.

    Curtir

  2. Paulo Bandarra

    Nenhuma pessoa normal precisa de 15 pastilhas para dormir.

    Curtir

  3. Paulo Bandarra

    Evidente que está muito doente.

    Curtir