Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Fabregas nega rixas na Seleção Espanhola: ‘Mais unidos do que nunca’

Por Da Redação 4 set 2011, 16h05

A briga entre os atletas do Barcelona e do Real Madrid durante a decisão da Supercopa da Espanha parece ter sido definitivamente deixada de lado pelos astros das duas equipes, que também defendem a Seleção Espanhola.

O meio-campista Cesc Fabregas, camisa quatro do time catalão e titular da equipe de Vicente del Bosque garantiu que os desentendimentos na Supercopa não refletem no ambiente da Seleção.

‘Eu acredito que fizeram polêmica demais com isso. Quando acontece um Barça contra Real Madrid cada um quer ganhar por seu clube e isso não muda nada. Houve situações que alguns não gostaram naquela partida, mas na Seleção somos todos companheiros e defendemos o nosso bem’, garantiu o jogador.

Fabregas ainda deixou claro que se a Espanha quiser repetir as conquistas da Eurocopa e da Copa do Mundo, o grupo tem que unir: ‘Esses desentendimentos não mudam nada, isso está superado. Estamos mais unidos do que nunca e temos que nos unir ainda mais para conquistar a Euro em 2012 e a Copa do Brasil dois anos depois’.

No amistoso diante do Chile, realizado na última sexta-feira, o meia Iniesta, jogador do Barcelona, teve um entrevero com o chileno Vidal e Arbeloa, do Real Madrid, saiu em sua defesa, o que gerou uma confusão generalizada.

O barcelonista acredita que essa atitude do madrilenho fortaleceu a relação: ‘Aqui dentro da Seleção é natural que a gente se respeite e se defenda, é a nossa missão como companheiros. Não há vaidade e nem conflitos internos. Quando se trata de Espanha é patriotismo e união’.

Continua após a publicidade
Publicidade