Clique e assine a partir de 9,90/mês

Fabregas admite que Espanha não havia treinado formação sem centroavante

Por Da Redação - 10 jun 2012, 15h36

Gdansk (Polônia), 10 jun (EFE).- Surpresa na escalação da seleção espanhola no empate em 1 a 1 contra a Itália neste domingo o meia Cesc Fabregas admitiu que a sua entrada como homem mais avançado e a ausência de um centroavante não era uma estrategia treinada pela equipe do técnico Vicente del Bosque.

‘Era uma situação que não tínhamos ensaiado. Além disso, nós do Barcelona tínhamos chegado mais tarde’, revelou o camisa 10 da ‘Fúria’, após a estreia no grupo C da Eurocopa.

Autor do gol que evitou a derrota espanhola, Fabregas comemorou sua participação decisiva na partida. ‘Primeiro fui surpreendido (com a escalação entre os titulares). Fazia um mês e meio que não jogava e me encontrar com o gol foi lindo’, disse em entrevista à emissora ‘Telecinco’.

O companheiro de clube e de seleção, Xavi Hernández, reconheceu a dificuldade do duelo e considerou o empate ‘um mal menor’. Contudo, Xavi disse que se alguém merecia a vitória, esse alguém era a Espanha.

Continua após a publicidade

O meia ainda reclamou da grama alta da Arena Gdansk, que deixou o jogo mais lento, segundo ele, prejudicando a ‘Fúria’ na partida. EFE

Publicidade