Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Fabíola Molina ganha mais 2 ouros no José Finkel

Por Da Redação 4 set 2011, 14h30

Por AE

Belo Horizonte – A nadadora Fabíola Molina está com 36 anos, mas mostrou mais uma vez que a idade não pesa no seu desempenho dentro das piscinas. Neste domingo, a veterana conquistou mais duas medalhas de ouro no Troféu José Finkel, realizado em Belo Horizonte, no Minas Tênis, e terminou a disputa com quatro vitórias.

Assim, Fabíola foi decisiva para a conquista do título do Finkel pelo clube anfitrião, que encerrou um jejum de 13 anos. Ela, inclusive, foi a atleta mais eficiente da disputa, com 141 pontos, e teve o melhor índice técnico da competição, nos 50 metros costas. Neste domingo, a primeira vitória de Fabíola foi conquistada nos 100 metros costas, com 1min01s33.

“Queria fazer um tempo melhor, por volta de 1m00, mas foi bom pela vitória”, disse a veterana, que depois venceu a prova do revezamento 4×100 metros medley com a equipe do Minas Tênis, que também contava com Renata Sander, Dandara Antônio e Kimberly Vandenberg, e registrou o tempo de 4min11s97. As outras conquistas de Fabíola foram no 100 metros borboleta e nos 200 metros costas.

A versão masculina dos 100 metros costas foi vencida por Gabriel Mangabeira, com 1min01s33. A prova feminina dos 50 metros borboleta foi vencido pela holandesa Inge Dekker, com 26s56, seguida por Daynara de Paula (27s01), que estava com uma lesão no pé direito, sofrida no sábado, quando o bloco de partida se soltou.

A argentina Cecília Biagioli venceu os 1.500 metros livre com o tempo de 16min46s68 e quebrou o recorde do campeonato, que era de Poliana Okimoto e vigorava desde 2007. Já Juan Pereyra triunfou nos 800 metros, com 8min05s75.

O Minas Tênis faturou o título do Finkel com 2.493,50 pontos, seguido pelo Pinheiros, que ficou com o vice-campeonato, com 1.799, e pelo Flamengo, com 1.478. Além de Fabíola, os outros atletas premiados por desempenho individual foram Thiago Pereira, como o mais eficiente – 135 pontos -, e João Gomes Filho, com o melhor desempenho técnico, nos 50 metros peito. Ele também quebrou o recorde do campeonato dos 100 metros peito.

Continua após a publicidade
Publicidade