Clique e assine com até 92% de desconto

Fábio admite que bronca no intervalo foi decisiva na virada Celeste

Por Da Redação 15 abr 2012, 19h51

O goleiro Fábio reconheceu que faltou concentração do Cruzeiro no primeiro tempo do jogo contra o Uberaba, neste domingo, em Nova Serrana. Segundo ele, a bronca dada pelo técnico Vágner Mancini no intervalo da partida surtiu efeito, e deu forças para que o time celeste conseguisse a reação e a virada em cima do Zebu.

‘Conseguimos vencer, mas depois de entrar desatentos. Nesta reta decisiva que teremos, não poderemos entrar dessa forma. São decisões e, com certeza, o Mancini vai continuar cobrando durante a semana, pois já cobrou no vestiário. Temos que ter concentração, entrar sempre em busca de um bom rendimento, para conseguirmos sempre os três pontos’, declarou.

Na sequência do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro tem pela frente o clássico contra o América-MG. Como a Raposa terminou na segunda colocação, leva vantagem de jogar por dois resultados iguais para chegar à decisão do Estadual. Para o goleiro Fábio, o duelo contra o Coelho será difícil, e os erros apresentados contra o Uberaba não podem se repetir.

‘Será preciso muita concentração, esquecer o que passou na primeira fase. Agora é decisão. Já conversamos sobre isso, temos que entrar focados, como estivemos na maioria das partidas da primeira fase. Diferente deste domingo. Poderíamos errar hoje, como erramos, mas ainda bem que conseguimos a vitória. Agora é ter dedicação para a decisão contra o América-MG e, se Deus quiser, irmos à final’, disse.

Continua após a publicidade
Publicidade