Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

F1 tem mulher em treino pela primeira vez em 22 anos

Escocesa Susie Wolff, da Williams, deu quatro voltas no circuito de Silverstone

A escocesa Susie Wolff deu quatro voltas nesta sexta-feira no circuito de Silverstone, no primeiro treino livre do Grande Prêmio da Inglaterra de Fórmula 1. Logo depois, o motor Mercedes de seu Williams apresentou problemas. Esta foi a primeira vez em 22 anos que uma mulher pilotou um carro da Fórmula 1 durante uma sessão oficial de treinos livres em um fim de semana de Grande Prêmio. Antes dela, a italiana Giovanna Amati teve três tentativas frustradas de classificação para GPs na temporada de 1992 com um Brabham.

Leia também:

Tensão na McLaren: Button rebate críticas de Ron Dennis

FIA anuncia mudanças na Fórmula 1 para 2015

Rosberg vence com dobradinha da Mercedes na Áustria

Massa volta a criticar Pérez: ‘Não vou mais confiar nele’

Susie Wolff, de 30 anos, é filha de Paul Stoddart, ex-dono da equipe Minardi. Ela é casada com o austríaco Toto Wolff, diretor da Mercedes. Nesta manhã, ela substituiu o finlandês Valtteri Bottas, companheiro de Felipe Massa na Williams, e ficou no 21º e penúltimo lugar da sessão, com 1min44s212. Ela ficou à frente do venezuelano Pastor Maldonado, da Lotus, que deu apenas duas voltas e não registrou tempo.

A escocesa não é a única mulher na Fórmula 1 – a suíça Simona de Silvestro, de 25 anos, acompanha a Sauber, mas jamais participou de um final de semana de Grande Prêmio. No ano passado, a espanhola María de Villota morreu aos 33 anos, três meses depois de um grave acidente durante testes de sua equipe, a Marussia.

Rosberg – Líder da temporada, o alemão Nico Rosberg foi o mais rápido do primeiro treino livre do GP da Inglaterra. Ele liderou uma dobradinha da Mercedes ao cravar o tempo de 1min35s424 e superar seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, segundo colocado com 1min36s155.

A terceira posição desta primeira sessão livre ficou com o espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, que marcou 1min36s263, O australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, foi o quarto, com 1min36s623.

Felipe Massa, pole-position do GP da Áustria, há duas semanas, bateu forte com seu Williams depois de apenas sete voltas. Terminou em 17º.

(Com Estadão Conteúdo e AFP)