Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

F1: Rosberg vence na Rússia e segue imbatível na temporada

No GP de Sochi, piloto alemão chegou ao quarto triunfo consecutivo em 2016. Felipe Massa ficou em 5º

Lewis Hamilton bem que tentou neste domingo, em uma exemplar corrida de recuperação na Rússia, mas não alcançou Nico Rosberg, vencedor do Grande Prêmio disputado no Circuito de Sochi. O piloto alemão da Mercedes fez história ao faturar sua sétima vitória consecutiva na Fórmula 1, incluindo os três triunfos obtidos no fim do ano passado. Rosberg recebeu o troféu das mãos do presidente russo Vladimir Putin.

Nesta temporada, somente ele venceu na categoria. O inglês terminou em segundo, após largar em 10º, e o finlandês Kimi Raikkonen completou o pódio. Felipe Massa ficou em 5º.

Com suas sete vitórias, Rosberg se igualou à marca do compatriota Michael Schumacher, obtida em 2004, e do italiano Alberto Ascari, entre os anos de 1952 e 1953. À frente do trio está somente outro alemão, o piloto Sebastian Vettel, dono de nove vitórias seguidas, no ano de 2013.

Rosberg ainda ampliou a boa vantagem no Mundial de Pilotos. Com quatro vitórias nas quatro corridas disputadas em 2016, o alemão chegou aos 100 pontos, contra 57 do atual campeão Lewis Hamilton.

Brasileiros – Entre os pilotos brasileiros, Felipe Massa largou em quarto lugar, sua melhor posição no grid deste ano, e terminou em quinto, sem conseguir acompanhar as Mercedes, a Ferrari de Raikkonen e a Williams do companheiro Bottas. Felipe Nasr saiu em 19º e finalizou a prova em 16º. Já os pilotos Fernando Alonso e Jenson Button, ambos da McLaren, faturaram seus primeiros pontos no campeonato.

A prova russa ainda contou com mais um atrito entre Vettel e o piloto local Kvyat. O russo atingiu novamente o alemão, duas vezes, logo na largada, e acabou causando a saída do tetracampeão da prova. Ao fim da corrida, Vettel não escondeu a irritação com o rival da Red Bull.

A corrida deste domingo foi marcada ainda por uma triste lembrança para a Fórmula 1. Foi a primeira prova disputada em um 1º de maio desde a morte de Ayrton Senna nesta mesma data no ano de 1994.

Confira a classificação final do GP da Rússia:

1º Nico Rosberg (ALE/Mercedes), em 1h32min41s997

2º Lewis Hamilton (ING/Mercedes), a 25s022

3º Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), a 31s998

4º Valtteri Bottas (FIN/Williams), a 50s217

5º Felipe Massa (BRA/Williams), a 1min14s427

6º Fernando Alonso (ESP/McLaren), a 1 volta

7º Kevin Magnussen (DIN/Renault), a 1 volta

8º Romain Grosjean (FRA/Haas), a 1 volta

9º Sergio Pérez (MEX/Force India), a 1 volta

10º Jenson Button (ING/McLaren), a 1 volta

11º Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), a 1 volta

12º Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso), a 1 volta

13º Jolyon Palmer (ING/Renault), a 1 volta

14º Marcus Ericsson (SUE/Sauber), a 1 volta

15º Daniil Kvyat (RUS/Red Bull), a 1 volta

16º Felipe Nasr (BRA/Sauber), a 1 volta

17º Esteban Gutiérrez (MEX/Haas), a 1 volta

18º Pascal Wehrlein (ALE/Manor), a 2 voltas

Não completaram a prova:

Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)

Nico Hülkenberg (ALE/Force India)

Rio Haryanto (IDN/Manor)

Max Verstappen (HOL/Toro Rosso)

(Com Estadão Conteúdo)