Clique e assine com 88% de desconto

F1: Rosberg vence GP da Itália e encurta vantagem de Hamilton

Piloto alemão da Mercedes se aproveitou de erro do parceiro na largada e venceu pela primeira vez na carreira em Monza

Por da redação - Atualizado em 4 set 2016, 11h13 - Publicado em 4 set 2016, 11h06

Nico Rosberg colocou mais emoção à temporada de 2016 da Fórmula 1. O piloto alemão da Mercedes venceu o Grande Prêmio da Itália de Fórmula 1, neste domingo. A primeira vitória de Rosberg no tradicional circuito de Monza encurtou para apenas dois pontos a vantagem de seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, na liderança da temporada.

O inglês chegou em segundo em Monza e agora tem 250 pontos, contra 248 de Rosberg, a sete etapas do fim. O alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, foi o terceiro colocado. O brasileiro Felipe Massa, da Williams, que anunciou nesta semana que se aposentará ao fim da temporada, foi o nono colocado.

Lewis Hamilton largou na pole position, mas falhou logo no início e já perdeu cinco posições. Ao contrário do atual líder do campeonato, os pilotos da Ferrari Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen tiveram um bom início de corrida e, aproveitando o vacilo do piloto britânico, assumiram a segunda e terceira colocação, respectivamente, atrás de Rosberg.

Aposentadoria: companheiros exaltam carreira de Felipe Massa

Publicidade

Hamilton rapidamente se recuperou e comprovou a superioridade do carro da Mercedes ao assumir a segunda colocação. O britânico só não conseguiu fazer frente a Rosberg, praticamente inalcançável. Com isso, Vettel teve de se contentar com o terceiro lugar, assegurando o seu quinto pódio na temporada. Já o companheiro do alemão na Ferrari, Kimi Raikkonen, terminou em quarto.

Terceiro colocado no campeonato e principal piloto da Red Bull, que briga com a Ferrari para ser a segunda força da F1, Daniel Ricciardo terminou na quinta posição ao superar Bottas. Já o seu controverso companheiro de equipe, o holandês Max Verstappen, ficou com o sétimo lugar.

O brasileiro Felipe Nasr, da Sauber, abandonou na segunda volta da prova, ao se chocar com o britânico Jolyon Palmer, da Renault. O acidente está sob investigação pela direção da prova. A próxima etapa será o GP de Cingapura, corrida noturna que acontece no próximo dia 18.

A classificação completa do GP da Itália de Fórmula 1:

Publicidade

1: Nico Rosberg (ALE/Mercedes)

2: Lewis Hamilton (GBR/Mercedes)

3: Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)

4: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)

Publicidade

5: Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)

6: Valtteri Bottas (FIN/Williams)

7: Max Verstappen (HOL/Red Bull)

8: Sergio Perez (MEX/Force India)

Publicidade

9: Felipe Massa (BRA/Williams)

10: Nico Hulkenberg (ALE/Force India)

11: Romain Grosjean (FRA/Haas)

12: Jenson Button (GBR/McLaren)

Publicidade

13: Esteban Gutiérrez (MEX/Haas)

14: Fernando Alonso (ESP/McLaren)

15: Carlos Sainz (ESP/Toro Rosso)

16: Marcus Ericsson (SUE/Sauber)

Publicidade

17: Kevin Magnussen (DIN/Renault)

18: Esteban Ocon (FRA/Manor)

Não completaram:

Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso)

Publicidade

Pascal Wehrlein (ALE/Renault)

Felipe Nasr (BRA/Sauber)

Jolyon Palmer (GBR/Renault)

(com Gazeta Press)

Publicidade