Clique e assine a partir de 8,90/mês

F1: Ron Dennis confirma que Alonso ficou inconsciente

Chefe da McLaren convocou uma entrevista para esclarecer acidente do espanhol. Ele negou que tenha havido uma descarga elétrica antes da batida

Por Da Redação - 26 fev 2015, 16h26

O diretor-executivo da McLaren, Ron Dennis, revelou que o piloto espanhol Fernando Alonso “ficou inconsciente por alguns segundos” após o acidente sofrido no fim de semana, durante os treinos de pré-temporada no Circuito da Catalunha, em Barcelona. Nesta quinta-feira, o primeiro dia dos últimos quatro de testes da F1, a McLaren convocou a imprensa para divulgar mais informações sobre o acidente e o estado do piloto.

Leia também:

F1: Hamilton lidera treino da manhã em Barcelona; Massa é 2º

F1: Alonso deixa hospital, mas fica fora de testes

F1: Massa diz que ‘preferência por Alonso’ tirou sua confiança na Ferrari

Mistério na F1: vento e até desmaio podem ter provocado acidente de Alonso

“Não sabemos o que aconteceu, apenas que nada no carro quebrou. Não podemos determinar quanto tempo levará a recuperação de Alonso. Ele teve uma perda de memória, normal nesses acidentes. Não é incomum perder memória nessa situação. O que podemos dizer categoricamente é que Fernando não tem nenhuma lesão. Fisicamente está perfeito”, afirmou Dennis. O piloto de 33 anos recebeu alta médica do hospital nesta quarta-feira, após três dias internado, e queria pilotar hoje, mas a equipe e os médicos não permitiram.

Dennis disse que Alonso já tinha alertado a equipe que a curva “era muito complicada por causa do vento” antes de sofrer o acidente, e que o longo tempo de internação do piloto espanhol foi uma decisão dos médicos. “Não houve descarga elétrica”, assegurou, para descartar qualquer especulação sobre o motivo de o piloto ter se chocado contra o muro. O diretor ressaltou que não vê nenhum impedimento para que Alonso dispute o GP da Austrália, dia 15 de março, em Melbourne, mas que isso será determinado pelos médicos.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade