Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Ricciardo vence corrida com batida chocante entre Hamilton e Verstappen

Dispositivo de segurança foi fundamental para proteger o heptacampeão no choque com o holandês, que se manteve na liderança da temporada

Por Da Redação Atualizado em 12 set 2021, 14h43 - Publicado em 12 set 2021, 11h55

O australiano Daniel Ricciardo, da McLaren, venceu o Grande Prêmio de Monza de Fórmula 1 neste domingo, 12, em uma corrida marcada por um grave acidente envolvendo os concorrentes ao título da temporada, o líder Max Verstappen, da Red Bull, e o heptacampeão Lewis Hamilton, da Mercedes.

Com o resultado, a tradicional equipe britânica voltou ao topo do pódio após nove anos e ainda garantiu uma dobradinha com a segunda posição do britânico Lando Norris. O finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, chegou em terceiro, e completou o pódio.

  • A McLaren não vencia uma corrida desde o britânico Jenson Button no GP do Brasil de 2012, e Ricciardo não sentia o gosto do champanhe do campeão desde 2018, quando corria pela Red Bull, no GP de Mônaco. O australiano largou em segundo, mas logo ultrapassou o pole Verstappen e se beneficiou do acidente dos líderes da temporada.

    A cena chocante aconteceu na 26ª volta, quando Hamilton retornava dos boxes e voltou à pista emparelhado com Verstappen. Os carros de chocaram na curva e o carro do holandês passou por cima do britânico. O halo, dispositivo de segurança que protege a cabeça dos pilotos, evitou maiores consequências e os dois deixaram seus monopostos caminhando.

    “O halo definitivamente salvou a vida de Lewis hoje. Teria sido um acidente horrível no qual não quero nem pensar se não tivéssemos o halo”, afirmou Toto Wolff, chefe da Mercedes, após a corrida.

    Com o resultado, Verstappen manteve a liderança do Mundial de pilotos, com 226,5 pontos, apenas cinco pontos a mais que Hamilton, faltando oito corridas para o final da temporada. De saída da Mercedes, Bottas é o terceiro com 141 pontos (clique e confira a classificação completa). A 15ª etapa da temporada será o GP da Rússia, no Circuito de Sochi, em 26 de setembro.

      Continua após a publicidade
      Publicidade