Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

F1: médicos autorizam retorno de Alonso no GP da China

O bicampeão mundial sofreu um grave acidente no GP da Austrália, em 20 de março, e acabou ficando de fora do GP do Bahrein após o departamento médico constatar pequenas fraturas na costela do piloto espanhol

O espanhol Fernando Alonso voltará ao Mundial de Fórmula 1 neste final de semana, no GP da China, em Xangai, de acordo com informações desta quinta-feira da equipe médica da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). A liberação garantiu a presença do espanhol no primeiro treino livre da prova, marcado para 23 horas desta quinta-feira (horário de Brasília). No entanto, essa autorização ainda tem caráter provisório, pois o piloto da McLaren precisará passar por novos exames após participar da primeira sessão livre da prova chinesa. Mas a tendência é de que o bicampeão mundial participe normalmente de todas as atividades do final de semana.

Alonso não participou do GP do Bahrein por causa de algumas complicações ocorridas após o grave acidente no GP da Austrália, em 20 de março, na abertura da temporada da F1. O espanhol até chegou a ir ao Bahrein, mas acabou sendo vetado pelos médicos da FIA na véspera do início dos treinos livres devido a algumas pequenas fraturas na costela, ocasionadas na forte batida durante a prova de Melbourne.

LEIA TAMBÉM:

Depois de quatro anos, Renault compra Lotus e volta à F-1

Hamilton decreta: “Não preciso ser amigo de Rosberg”

Em imagens exclusivas, os bastidores da F1 em Interlagos

Punição a Lewis Hamilton – Sancionado pelo regulamento da Fórmula 1, o piloto britânico Lewis Hamilton irá largar no Grande Prêmio da China cinco posições abaixo do posto que conseguir nos treinos classificatórios. A punição foi aplicada devido à troca da caixa de câmbio de seu carro, realizada pela Mercedes por causa de um choque que a danificou na última corrida do circuito, no GP do Bahrein. Como o regulamento exige que o equipamento dure ao menos seis corridas, ou seja, até o GP de Mônaco, no fim de maio, a punição a Hamilton foi aplicada por ser considerada uma manobra irregular.

(Com Estadão Conteúdo e Gazeta Press)