Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

F1: McLaren inicia testes com motor Honda em Abu Dhabi

Entre 1988 e 1992, a Mclaren-Honda faturou quatro títulos de pilotos e outros quatro de construtores, com o brasileiro Ayrton Senna e o francês Alain Prost

Por Da Redação 24 nov 2014, 16h22

A McLaren confirmou nesta segunda-feira que vai usar o motor Honda nos testes de Abu Dabi nesta terça e quarta, no Circuito de Yas Marina. Caberá ao belga Stoffel Vandoorne, de 22 anos, a missão de pilotar o carro da equipe que retomará sua parceria com a fornecedora japonesa a partir de 2015. Será o primeiro teste oficial da McLaren com o motor Honda. “Na terça e na quarta, aqui em Abu Dabi, testaremos nosso híbrido McLaren-Honda pela primeira vez”, afirmou o chefe de equipe, Eric Boullier.

Leia também:

Por que não te calas? Juan Carlos revela futuro de Alonso

Em imagens, momentos marcantes da Fórmula 1 em 2014

F1: Honda apresenta o motor V6 da McLaren em 2015

Continua após a publicidade

Ainda em desenvolvimento, o motor só apresentou recentemente condições de ser avaliado na pista. McLaren e Honda vivem a expectativa de repetir em 2015 o sucesso da parceria entre os anos de 1988 e 1992, quando faturaram quatro títulos do Mundial de Pilotos e outros quatro de Construtores, com Ayrton Senna e Alain Prost.

Ayrton Senna, da McLaren, no GP da Itália de F1
Ayrton Senna, da McLaren, no GP da Itália de F1 VEJA

Além de Vandoorne, vice-campeão da GP2 deste ano, as equipes contarão com outros novatos na pista de Yas Marina. A campeã Mercedes vai escalar o vice-campeão Nico Rosberg e Pascal Wehrlein, também da Alemanha. Pela Red Bull, estarão o australiano Daniel Ricciardo e o espanhol Carlos Sainz Jr. A Ferrari será representada pelo finlandês Kimi Raikkonen e pelo italiano Raffaele Marciello, enquanto a Williams terá o finlandês Valtteri Bottas e o brasileiro Felipe Nasr, que fará sua despedida da equipe – em 2015, ele defenderá a Sauber.

A Lotus vai mandar para a pista os franceses Esteban Ocon e Charles Pic. A Force India terá inglês Jolyon Palmer e pelo australiano Spike Goddard. O jovem holandês Max Verstappen, de 17 anos, vai representar a Toro Rosso, e a Caterham terá o inglês Will Stevens, que estreou na F1 na corrida de domingo.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade