Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

F1: McLaren inicia testes com motor Honda em Abu Dhabi

Entre 1988 e 1992, a Mclaren-Honda faturou quatro títulos de pilotos e outros quatro de construtores, com o brasileiro Ayrton Senna e o francês Alain Prost

A McLaren confirmou nesta segunda-feira que vai usar o motor Honda nos testes de Abu Dabi nesta terça e quarta, no Circuito de Yas Marina. Caberá ao belga Stoffel Vandoorne, de 22 anos, a missão de pilotar o carro da equipe que retomará sua parceria com a fornecedora japonesa a partir de 2015. Será o primeiro teste oficial da McLaren com o motor Honda. “Na terça e na quarta, aqui em Abu Dabi, testaremos nosso híbrido McLaren-Honda pela primeira vez”, afirmou o chefe de equipe, Eric Boullier.

Leia também:

Por que não te calas? Juan Carlos revela futuro de Alonso

Em imagens, momentos marcantes da Fórmula 1 em 2014

F1: Honda apresenta o motor V6 da McLaren em 2015

Ainda em desenvolvimento, o motor só apresentou recentemente condições de ser avaliado na pista. McLaren e Honda vivem a expectativa de repetir em 2015 o sucesso da parceria entre os anos de 1988 e 1992, quando faturaram quatro títulos do Mundial de Pilotos e outros quatro de Construtores, com Ayrton Senna e Alain Prost.

Ayrton Senna, da McLaren, no GP da Itália de F1 Ayrton Senna, da McLaren, no GP da Itália de F1

Ayrton Senna, da McLaren, no GP da Itália de F1 (/)

Além de Vandoorne, vice-campeão da GP2 deste ano, as equipes contarão com outros novatos na pista de Yas Marina. A campeã Mercedes vai escalar o vice-campeão Nico Rosberg e Pascal Wehrlein, também da Alemanha. Pela Red Bull, estarão o australiano Daniel Ricciardo e o espanhol Carlos Sainz Jr. A Ferrari será representada pelo finlandês Kimi Raikkonen e pelo italiano Raffaele Marciello, enquanto a Williams terá o finlandês Valtteri Bottas e o brasileiro Felipe Nasr, que fará sua despedida da equipe – em 2015, ele defenderá a Sauber.

A Lotus vai mandar para a pista os franceses Esteban Ocon e Charles Pic. A Force India terá inglês Jolyon Palmer e pelo australiano Spike Goddard. O jovem holandês Max Verstappen, de 17 anos, vai representar a Toro Rosso, e a Caterham terá o inglês Will Stevens, que estreou na F1 na corrida de domingo.

(Com Estadão Conteúdo)