Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

F1: Massa volta a criticar Pérez: ‘Não vou mais confiar nele’

Brasileiro diz que mexicano deveria ter pedido perdão por acidente em Montreal

O piloto brasileiro Felipe Massa voltou a reclamar do mexicano Sergio Pérez nesta quinta-feira, em entrevista no circuito de Spielberg, onde acontecerá o GP da Áustria neste fim de semana. O piloto da Williams falou novamente sobre o acidente ocorrido na etapa anterior da Fórmula 1, em 8 de junho, no GP do Canadá. Na ocasião, o piloto mexicano da Force India mudou sua trajetória ao ser ultrapassado pelo brasileiro na última volta. O movimento provocou a batida e o consequente abandono de ambos. “Vou pensar duas vezes antes de tentar passá-lo de novo. Eu acredito que ele não moveria seu carro mais uma vez, mas você não se pode acreditar quando se trata de alguém que vem causando tantos problemas. Não vou mais confiar nele, definitivamente”, disse o brasileiro da Williams, antes do início dos treinos.

Leia também:

Massa culpa Perez e defende punição maior a mexicano

Ricciardo vence a 1ª na Fórmula 1; Massa bate no fim​

A Force India protocolou nesta quinta-feira um pedido oficial para que a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) faça uma revisão da punição de Pérez, que vai perder cinco posições no grid de largada na corrida deste domingo por causa do incidente no Canadá. Mas, segundo Massa, o mexicano deveria ter assumido a culpa pela batida. “Se eu tivesse cometido o erro, eu seria o primeiro a pedir desculpas, como eu sempre fiz. Ele não pensa dessa forma e eu lamento por ele e torço para que aprenda, se não vai continuar recebendo punições no futuro”, prevê o piloto brasileiro, 11° colocado no Mundial com 18 pontos.

Ferrari – O espanhol Fernando Alonso também falou a jornalistas e comentou as declarações de seu chefe, Luca di Montezemolo. Durante a semana, o presidente da Ferrari havia declarado que “o espetáculo não está sendo bom em muitas corridas deste ano”. Alonso concordou com Montezemelo. “Os espectadores preferem ver corridas com mais ação, como aconteceu na última disputa no Canadá. Creio que o presidente está certo, muitas corridas foram burocráticas”, afirmou. Na classificação geral por pilotos, Fernando Alonso, da Ferrari, é o quarto colocado. O líder é o alemão Nico Rosberg, da Mercedes, seguido por seu companheiro de equipe, o inglês Lewis Hamilton. O australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull é o terceiro.

(Com agência Estadão Conteúdo)