Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

F1: Massa diz que ‘jogo de equipe’ não vai mais acontecer

Um dia antes dos primeiros treinos livres do GP do Bahrein, marcado para este domingo, o brasileiro Felipe Massa mostrou que o conflito vivido na pista com seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, no GP da Malásia, não vai mais se repetir. “Ordens de equipe são parte do nosso esporte e precisam fazer parte do nosso esporte, mas só quando isso for necessário”, disse Massa nesta quinta, ao negar também que esteja impondo a condição de piloto número 1 da Williams. No último domingo, no circuito de Sepang, Massa ignorou ordem para deixar Bottas passá-lo, quando estava em sétimo na corrida. “Não era o correto nem o momento certo para isso acontecer.”

Leia também:

Massa recebeu ordem para deixar Bottas passar. E ignorou

GP da Malásia: Mercedes voa, Hamilton vence. Massa é 7º

A classificação geral dos pilotos e os resultados das provas

Em 13 no gridº, Felipe Massa desabafa: ‘Carro não rende na chuva’

A ordem veio porque, segundo a estratégia da equipe, a quatro voltas do final, Bottas teria melhores condições de pneus para tentar ultrapassar a McLaren de Jenson Button. Massa sustentou sua posição até a bandeirada, o que irritou Bottas. O finlandês alegou que obedeceu outra ordem da equipe no início da corrida, quando a Williams o impediu de tentar passar o brasileiro. Massa, entretanto, pediu mais respeito por parte equipe e disse ter tomado a decisão certa.

Leia também:

Schumacher não está em estado vegetativo, diz assessora

Médico avisa: fãs de Schumacher devem se preparar para ‘o pior’

Schumacher apresenta ‘sinais encorajadores’, diz a família

Schumacher ‘continua em fase de despertar’, diz assessora

O brasileiro disse ainda não acreditar que esse episódio afete o bom relacionamento que tem com todos integrantes da Williams e contou que a equipe foi “a primeira a pedir desculpas” pelo ocorrido.

(Com Estadão Conteúdo)