Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

F1: Hamilton supera Verstappen na abertura da temporada 2021

Heptcampeão protagonizou empolgante duelo com o jovem holandês da Red Bull no GP do Bahrein

Por Da Redação 28 mar 2021, 18h53

A temporada de 2021 da Fórmula 1 foi aberta neste domingo, 28, com um empolgante vitória do heptacampeão mundial Lewis Hamilton. O britânico da Mercedes faturou o Grande Prêmio do Bahrein, com direto a uma acirrada disputa com o holandês, Max Verstappen, da Red Bull, segundo colocado, nas voltas finais.

Verstappen chegou a ultrapassar Hamilton a quatro voltas do fim, mas teve de devolver a liderança por ter utilizado a área externa da pista, o que é proibido. O jovem de 23 anos largou na pole position e terminou a corrida apenas 0s745 atrás do atual campeão. O finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, chegou em terceiro e ganhou um ponto bônus por ter obtido a volta mais rápida.

“Uau, que corrida difícil foi essa”, disse Hamilton, que largou em segundo no grid em Sakhir e bateu mais um recorde que pertencia a Michael Schumacher, ao chegar à sua 5.112ª volta como líder de uma prova. “Max estava em cima de mim no final, mas eu consegui segurá-lo. Foi uma das corridas mais difíceis que tive em um longo tempo.”

View this post on Instagram

A post shared by Lewis Hamilton (@lewishamilton)

Continua após a publicidade

A vitória de número 96 na carreira de Hamilton também estendeu outro recorde: o de sempre vencer na corrida de abertura temporada desde sua entrada na F1 com a McLaren, em 2007.

 

O britânico Lando Norris terminou em quarto pela McLaren, enquanto o novo companheiro de equipe de Verstappen, o mexicano Sergio Perez, saiu da largada nos boxes para o quinto lugar na prova. O francês Charles Leclerc, da Ferrari, foi o sexto e o australiano Daniel Ricciardo o sétimo em sua estreia na McLaren, com o espanhol Carlos Sainz, o homem que ele substituiu, oitavo em sua primeira corrida pela Ferrari.

O estreante japonês Yuki Tsunoda pontuou em sua estreia na F1 com o nono lugar pela AlphaTauri. Por fim, o canadense Lance Stroll foi o último pontuador da prova, com sua Aston Martin, na primeira corrida da marca como construtora desde 1960.

(com Agência Brasil)

 

Continua após a publicidade
Publicidade