Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

F1: Hamilton sai em último na ‘sprint race’ e Verstappen recebe multa

Comissão técnica do Grande Prêmio de São Paulo ouviu pilotos e representantes de suas escuderias por violações nas regras

Por Alessandro Giannini Atualizado em 13 nov 2021, 15h39 - Publicado em 13 nov 2021, 14h40

Lewis Hamilton, da Mercedes, sairá em último lugar na sprint race deste sábado, às 16h30, no autódromo de Interlagos. Com isso, seu rival direto, Max Verstappen, da RBR, que havia se classificado em segundo lugar, assume a pole position. A prova  define o grid de largada do Grande Prêmio de São Paulo de Fórmula 1, que acontece neste domingo, às 14h.

O piloto da Mercedes, que havia feito o melhor tempo na classificação, foi penalizado pela comissão técnica do GP de São Paulo, que observou violação de regulamento no uso do sistema de DRS do seu carro – o aerofólio traseiro. Além desta pena, Hamilton ainda largará, no domingo, cinco posições abaixo da sua classificação por ter trocado o motor mais de três vezes na temporada.

Hamilton e um representante da Mercedes foram convocados a dar explicações na manhã deste sábado. Na decisão, os comissários reconheceram que se trata de uma falha técnica e não intencional, mas a desclassificação foi aplicada da mesma forma. A escuderia decidiu não recorrer para evitar novas sanções.

Verstappen também sofreu penalidade. O piloto holandês foi multado em 50 000 euros (mais de 300 mil reais) pela comissão técnica. Na sexta-feira, após a prova de classificação para a sprint race, Verstappen foi filmado por um fã nas arquibancadas saindo de seu RBR na área de descanso e tocando o aerofólio traseiro da Mercedes de Hamilton.

Na manhã deste sábado, os comissários convocaram Verstappen e um representante da RBR para dar explicações por quebra das regras, de acordo com o artigo 2.5.1 do Código Desportivo Internacional: “Nenhuma operação, verificação, ajuste ou reparo é permitido, a menos que autorizado pelos mesmos funcionários ou pelos regulamentos aplicáveis”. No documento com a decisão, os comissários deixam claro que nenhum dano direto foi causado, mas como houve violação do código a melhor solução foi a multa.

A rivalidade entre Hamilton e Verstappen, que brigam intensamente pelo título da temporada 2021 do Campeonato Mundial de Fórmula 1, vem de algum tempo. Um dos episódios mais emblemáticos aconteceu no Grande Prêmio dos Estados Unidos, quando o holandês xingou o inglês de idiota em um treino livre. Antes, em setembro, ambos bateram durante a corrida de Monza, na Itália, e foram eliminados.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)