Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

F1: Fernando Alonso é acusado de agredir fotógrafo

'Paparazzo' Jordi Martin foi à delegacia dizer que piloto quebrou sua máquina

Por Da Redação 9 Maio 2013, 19h34

Um fotógrafo espanhol acusou o piloto Fernando Alonso de empurá-lo e quebrar sua máquina, avaliada em 6.000 euros (cerca de 15.000 reais), nesta quinta-feira. Jordi Martin, que trabalha como paparazzo independente, contou que tentava fotografar o piloto e a namorada, a modelo russa Dasha Kapustina, na saída do hotel, na véspera do primeiro dia de treinos livres para o GP da Espanha, no circuito da Catalunha.

Em sua conta no Twitter, o fotógrafo postou uma foto da suposta agressão (mas não informa quem a tirou) e diz que denunciou o piloto a uma delegacia em Granollers, cidade próxima a Barcelona. Mencionando o perfil do piloto e também o de seu empresário, Luis Garcia Abad, Martin ataca Alonso, que tem um histórico de problemas com a imprensa espanhola. “Você é aquele que dá exemplo a milhares de crianças? Se eu tivesse um filho, não queria que você fosse exemplo para ele.” Afirma ainda que a polícia vai procurar o piloto nos próximos dias e ainda contou que Alonso ameçou atropelar fotógrafos na época do GP da Espanha de 2012.

O piloto não respondeu às acusações, assim como a Ferrari. Abad não mencionou o fotógrafo, mas escreveu que o piloto só enfrenta problemas com paparazzi quando está em seu país natal.

Leia também:

Leia também: Projetista da Ferrari dá nota 6 para desempenho da equipe

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

Continua após a publicidade
Publicidade