Clique e assine a partir de 9,90/mês

F1 cria GPs virtuais para substituir corridas adiadas por coronavírus

Com a participação de pilotos reais, provas de videogame serão transmitidas nas redes sociais da FIA a partir deste domingo

Por Da Redação - Atualizado em 20 mar 2020, 10h23 - Publicado em 20 mar 2020, 10h21

A Fórmula 1 buscou uma forma virtual de minimizar os efeitos do coronavírus, que já cancelou ou suspendeu seis GPs da temporada 2020. A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) anunciou nesta sexta-feira, 20, o lançamento de uma nova série de e-sports (jogos de videogame) que será disputada por vários pilotos da categoria de pista.

Segundo a FIA, as corridas eletrônicas ocorrerão nas pistas virtuais dos GPs adiados, começando neste domingo 22, com a prova no Bahrein. Os pilotos participantes ainda não foram anunciados, mas já se sabe que, seguindo recomendações das autoridades de saúde, eles participarão de forma remota. As provas serão disputadas às 17h (de Brasília) e terão transmissão online nas redes sociais da Fórmula 1.

A Fórmula 1 virtual usará o videogame oficial para PC da F1 2019, desenvolvido pela Codemasters. As transmissões devem durar 1 hora e 30 minutos, com um período de qualificação e depois a prova. A organização informa ainda que “devido à grande variedade de níveis de habilidade virtual entre os pilotos, as configurações do jogo serão alteradas de forma a incentivar corridas competitivas e divertidas”.

“A série é estritamente para fins de entretenimento, para trazer ação de corrida aos fãs neste cenário sem precedentes pelo qual o mundo foi afetado, sem nenhum campeonato oficial do mundo em disputa pelos pilotos”, completa a FIA.

A iniciativa F1 Esports Virtual GP será estendida para além de maio, se a pandemia de coronavírus causar mais cancelamentos ou adiamentos. Até agora, já foram afetados os GPs da Austrália, da China, do Bahrein, da Espaha, da Holanda e de Monaco.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade