Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Expulsão de Ronaldinho volta a colocar craque na berlinda

O segundo cartão amarelo após entrada dura em Wagner, que acabou ocasionando a expulsão de Ronaldinho Gaúcho ainda no primeiro tempo do Fla-Flu deste domingo, que terminou com triunfo Rubro-Negro por 2 a 0 e foi válido pela terceira rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. Desde que chegou ao Flamengo, o atleta vem sendo advertido constantemente com cartões amarelos justamente por entradas violentas em adversários.

No ano passado, Ronaldinho foi expulso em partida contra o Ceará pelo Campeonato Brasileiro por trocar empurrões com o volante Heleno. Neste domingo ele deixou o gramado colocando a culpa no árbitro.

‘Ele (árbitro) já tinha me avisado que ia me expulsar, que não era mais para eu fazer falta. Aí é sacanagem’, disse Ronaldinho ao ser entrevistado pelos repórteres na saída de campo.

A postura do jogador foi defendida por Joel Santana, técnico rubro-negro, que entende que houve exagero por parte da arbitragem.

‘Foi muito rigor. Fica até difícil falar, porque o Ronaldo está sendo pressionado e tudo que ele faz agora parece que é uma coisa acima da expectativa. Foi uma falta de jogo, o cara simulou que foi violenta, mas não foi nada disso. Ele expulsou o rapaz e comprometeu um ídolo e um jogo’, comentou o chefe.

Por conta da expulsão Ronaldinho Gaúcho está fora do confronto do próximo domingo, às 16h(de Brasília), diante do Friburguense pela quarta rodada da Taça Rio. O argentino Darío Bottinelli deve ser o seu substituto.

Antes do jogo contra o Friburguense o Flamengo volta a campo pela Copa Libertadores, na quinta-feira, às 22h(de Brasília), quando recebe o Olimpia do Paraguai no Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ). O elenco volta a treinar nesta terça-feira, no Ninho do Urubu.