Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Expectativa são-paulina é que clube gaste mais na busca por taça

Por Da Redação 13 dez 2011, 10h25

Pelo segundo ano seguido, o São Paulo não disputará uma Libertadores, sequência que chega após sete anos consecutivos do clube na competição. Para retomar a rotina que mais agrada à torcida, o elenco espera que a diretoria não economize na busca por reforços. Além de voltar ao torneio continental, o time precisa de um título – a equipe não é campeã desde o Brasileiro de 2008.

‘Pelo fato de não estarmos na Libertadores e o São Paulo não ganhar um título há três anos, a diretoria vai investir pesado e querer que no ano que vem seja diferente’, apostou Lucas, que se diz até ansioso por informações de contratações. ‘Às vezes fico na internet vendo quem pode chegar. Isso é importante, é estar por dentro do meu clube.’

Por enquanto, nenhum novo atleta foi confirmado oficialmente. O volante Fabrício deve assinar contrato nesta semana, enquanto o zagueiro Paulo Miranda também segue entre os mais próximos de chegar ao Tricolor. Em relação a outros nomes, a postura é de mistério para não prejudicar as negociações.

Assim, quem está garantido no clube na próxima temporada usa a confiança nos responsáveis pelas transações para minimizar a desinformação. ‘Com certeza o São Paulo vai contratar legal e seremos mais fortes no ano que vem. A diretoria está atrás de grandes jogadores. Quanto mais gente de qualidade no elenco, melhor para nós’, projetou Lucas.

O meia-atacante só pede que, entre as qualidades procuradas pelos dirigentes, esteja a solidariedade de atuar pelo grupo em vez de aparecer sozinho. ‘Torço para que cheguem jogadores com a cabeça de ajudar a levar o São Paulo para a frente. Independentemente de quem seja.’

O apelo do garoto de 19 anos se explica por um pequeno, mas incômodo jejum. Ele nunca foi campeão como profissional -deixou as categorias de base há um ano e meio. Celebrou em 2011 apenas a conquista do Sul-americano sub-20 com a Seleção Brasileira e, vestindo a camisa tricolor, ergueu um troféu pela última vez na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2010, quando ainda era Marcelinho.

‘O São Paulo está acostumado a conquistas e há três anos não vencemos. Está na hora de acabar com isso, quero ganhar meu primeiro título pelo profissional em 2012. Deve ter um gostinho especial e vou fazer de tudo para conseguir no ano que vem’, prometeu Lucas.

Continua após a publicidade
Publicidade