Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Ex-técnico do Swansea assume o comando do Liverpool

Por Da Redação
1 jun 2012, 09h38

Por AE-AP

Liverpool – O Liverpool anunciou nesta sexta-feira a contratação de Brendan Rodgers como novo técnico da equipe, que no mês passado demitiu Kenny Dalglish da função. O treinador irlandês acabou sendo contratado após ter levado o modesto Swansea, do País de Gales, a fechar o último Campeonato Inglês na 11.ª colocação.

No mês passado, Rodgers chegou a recusar uma proposta do Liverpool, que também negociou com o técnico Roberto Martinez, do Wigan. Porém, a nova investida do clube do capitão Steven Gerrard teve sucesso e o comandante de 39 anos se tornou o escolhido para o cargo, apesar da pouca experiência na divisão de elite do futebol inglês, pois estreou na primeira divisão como treinador na última temporada.

Rodgers terá a missão de fazer o Liverpool se redimir da campanha ruim no último Campeonato Inglês, no qual o time terminou na oitava colocação. Curiosamente, o último jogo da equipe na edição passada da competição terminou com uma derrota por 1 a 0 para o Swansea, no dia final da temporada inglesa.

A campanha ruim no Inglês foi determinante para a demissão de Dalglish, que acabou sendo descartado mesmo depois de ter conquistado a última Copa da Inglaterra, encerrando um jejum de seis anos sem títulos do clube.

Continua após a publicidade

A posição ocupada pelo Liverpool no último Inglês foi a pior dos últimos 18 anos e o time terminou 17 pontos atrás do Tottenham, o quarto colocado, e último do país a assegurar classificação para a próxima Liga dos Campeões, cuja conquista da vaga na competição era a meta mínima exigida pelos proprietários norte-americanos do clube.

Desta forma, levar o Liverpool de volta para a Liga dos Campeões será a primeira tarefa de Rodgers, que também tentará fazer o time conquistar o sonhado 19.º título inglês, sendo que a equipe não é campeã nacional desde 1990.

Para contratar Rodgers, o Liverpool terá de pagar uma indenização ao Swansea, que giraria em torno de 4 milhões de libras (cerca de US$ 6,2 milhões), porque Rodgers tinha três anos de contrato com o clube galês e precisou rompê-lo.

Rodgers iniciou a carreira como técnico na equipe B do Chelsea, em 2006, e só passou a treinar um time principal em 2008, quando foi para o Watford. Após uma temporada, passou pelo Reading e chegou ao Swansea em 2010, participando da campanha que levou o clube de volta à primeira divisão inglesa depois de 28 anos.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.