Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ex-presidente sul-africano nega pagamento de suborno para sediar Copa de 2010

Presidente da África do Sul entre 1999 e 2008, Thabo Mbeki negou nesta segunda-feira que seu governo tenha pago subornos para que o país fosse escolhido para sediar a Copa do Mundo de 2010 – em maio de 2004, a África do Sul venceu a eleição para sediar o torneio. De acordo com Mbeki, seu governo “nunca teria pago qualquer suborno, mesmo que fosse solicitado”. No domingo, Danny Jordaan, atual presidente da Associação Sul-Africana de Futebol e comandante da candidatura do país, declarou ao jornal sul-africano Independent Online que foram pagos 10 milhões de dólares (31 milhões de reais) a Jack Warner, ex-vice-presidente da Fifa, em 2008. Segundo Jordaan, os 10 milhões de dólares (31 milhões de reais) foram pagos à Concacaf – que era presidida por Warner – em favor de seu fundo de desenvolvimento de futebol deles, mas sem pedir votos em troca.

Em Cuba, Pelé aprova reeleição de Blatter na Fifa

Blatter resiste à crise e é reeleito presidente da Fifa

Joseph Blatter será interrogado na Suíça no caso Fifa, diz jornal

(Com Estadão Conteúdo)