Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Ex-Fórmula 1 é suspenso após segundo antidoping positivo

Por Da Redação - 19 jun 2012, 16h23

O piloto tcheco Tomas Enge, com passagens pela Fórmula 1, foi suspenso pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) após ser flagrado em um exame antidoping com uma substância proibida em seu organismo. O teste foi realizado durante a etapa de Navarra, da GT1, em maio.

É a segunda vez que o piloto tcheco falha em um exame. Em 2002, ele perdeu o título da Fórmula 3000 por um teste ter apontado a presença de maconha em seu corpo.

‘Estou chocado. Depois de 2002, tomei muito cuidado com tudo relacionado ao doping. Tenho problemas de saúde e pedi à FIA uma autorização para tomar alguns remédios que seriam proibidos. Agora vou ter que ir em especialistas para ver como isso aconteceu’, pronunciou-se o piloto tcheco, que disputou três provas na F-1 pela Prost.

Enge é o primeiro representante da República Tcheca a correr na Fórmula 1. Em 2001, ele substituiu o brasileiro Luciano Burti nas três corridas finais da temporada, porque o paulista sofreu forte acidente do Grande Prêmio da Bélgica daquele ano e ficou impossibilitado de disputar o resto do Mundial.

Publicidade

O tcheco também foi piloto de testes da Jordan e da McLaren, mas não conseguiu levar sua carreira à frente na F-1

Publicidade