Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Ex-auxiliar de Tite, Sylvinho é demitido do Lyon após nove rodadas

O treinador, que não vencia uma partida há sete jogos do Campeonato Francês, não resistiu à pressão

Por Da Redação - Atualizado em 7 out 2019, 18h03 - Publicado em 7 out 2019, 17h31

O técnico brasileiro Sylvinho não resistiu a mais uma derrota do Lyon no Campeonato Francês e acabou demitido na tarde desta segunda-feira. Na véspera, o time havia sido derrotado pelo Saint-Étienne e completado a incômoda marca de sete jogos sem vitórias (quatro derrotas e três empates) no torneio nacional. O Lyon ocupa apenas a 14ª posição da tabela, com nove pontos, dois a menos que o Saint-Étienne, o 13º. Quem está na ponta é o Paris Saint-Germain, com 21.

No comunicado divulgado nas redes sociais do clube, quem comandará a equipe enquanto não for apontado um substituto é o auxiliar Gérald Baticle, sob supervisão do diretor esportivo brasileiro Juninho Pernambucano, que permanece no clube. O Lyon tem o pior início de temporada desde o biênio 1995/96, quando atingiu os mesmos nove pontos em nove rodadas (na ocasião, a equipe terminou na 11ª colocação).

No período em que atuou na seleção brasileira, entre 2016 e 2019, Sylvinho era uma das peças-chave na comissão técnica formada por Tite. Além de auxiliar o comandante do Brasil na parte defensiva, ele havia sido apontado como o treinador da seleção olímpica para os Jogos de Tóquio-2020. O ex-lateral de Corinthians, Arsenal e Barcelona já havia trabalhado como auxiliar-técnico na Inter de Milão.

Publicidade