Clique e assine com até 92% de desconto

Euro-2016: torcedores russos e ingleses voltam a brigar

Hooligans trocaram garrafadas e cadeiradas em um bar de Lille, mas ninguém ficou ferido; seleção da Rússia já recebeu ultimato pelo comportamento de seus torcedores

Por Da Redação 14 jun 2016, 17h31

Mesmo com a ameaça da UEFA de tirar sua seleção da Eurocopa-2016, torcedores russos voltaram a protagonizar cenas de violência nesta terça-feira nas ruas da França, sede do torneio. Eles brigaram com ingleses em um bar em frente a uma estação ferroviária em Lille. Bêbados, os torcedores das duas seleções lançaram garrafas, cadeiras e mesas uns nos outros. O incidente, que durou apenas alguns minutos, acabou com a chegada da polícia e não teve nenhum ferido.

A Rússia enfrenta a Eslováquia na quarta-feira, em Lille, e a Inglaterra joga contra o País de Gales na quinta, em Lens, cidades separadas por apenas 40 quilômetros.

O Comitê Disciplinar da UEFA anunciou nesta terça que a Rússia seria desqualificada da competição se novos incidentes de violência envolvendo seus torcedores se repetirem dentro de estádios. O ultimato ocorreu por causa dos conflitos do último sábado, no jogo contra a Inglaterra, em Marselha, onde as duas seleções empataram por 1 a 1 pela primeira rodada do Grupo B.

A Uefa chegou a multar a Federação Russa de Futebol em 150.000 euros (cerca de 585.000 reais) pelas brigas entre os torcedores, que também proferiram insultos racistas contra jogadores negros da Inglaterra. Antes da partida, hooligans ingleses e russos se enfrentaram em uma briga que deixou feridos, incluindo um inglês que foi hospitalizado em estado grave.

Todos os bares do centro de Lille ficarão fechados a partir da meia-noite na quarta e na quinta e um grande número de policiais foi mobilizado para conter os hooligans. Também foi proibida a venda de álcool em lojas ou supermercados desde as 16h locais desta terça até as 6h de sexta-feira.

(Com AFP)

Continua após a publicidade
Publicidade