Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Etiene Medeiros conquista dois ouros nos Jogos Mundiais Militares

No primeiro dia da natação brasileira na competição, os atletas somaram sete medalhas, sendo três ouros, três pratas e um bronze; no quadro geral, o Brasil está na terceira colocação, com 32 medalhas, atrás de China e Rússia

Na estreia da natação nos Jogos Mundiais Militares, em Mungyeong, na Coreia do Sul, o Brasil garantiu sete medalhas (três ouros, três pratas e um bronze). Dois ouros foram conquistados por Etiene Medeiros, com dobradinha brasileira: ela venceu a disputa dos 50 metros livre em 25s21, seguida de Graciele Herrmann, e também garantiu o primeiro lugar nos 100 metros costas, completados em 1min02s20, com Natália de Luccas na segunda colocação. “Nossa seleção de natação está com o time principal, são os melhores nadadores do Brasil. Eu tinha o objetivo de conquistar essas duas medalhas. Ainda temos três dias para competir e, com certeza, virão mais”, disse Etiene.

Leia também:

Especial VEJA: Um novo horizonte para o Rio

Thiago Pereira mira Rio-2016: ‘Expectativa aumentou’

‘Posso voltar melhor que antes’, confia Cielo sobe Rio-2016

Etiene Medeiros conquista prata histórica em Kazan

As outras medalhas da natação brasileira foram conquistadas por Pamela de Souza, que assegurou o ouro nos 200 metros peito com o tempo de 2min31s66; Henrique Martins, que faturou a prata nos 50 metros livre (22s65); e Guilherme Guido (27s18), que levou o bronze nos 100 metros costas. Este é o sexto dia dos Jogos Mundiais Militares e, mesmo com esses resultados, o Brasil caiu para o terceiro lugar no quadro geral de medalhas, com 32, sendo 13 de ouro, 12 de prata e sete de bronze, atrás de China, com 44 medalhas, e da líder Rússia, com 71.

(Com Estadão Conteúdo)