Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Estreia no Mundial muda a rotina da cidade de Santos

Por Sanches Filho

Santos – Boa parte do comércio do centro histórico de Santos abriu as portas mais tarde, as ruas tiveram pequena movimentação de veículos até o meio da manhã e os torcedores mudaram a rotina para acompanhar, nesta quarta-feira, a estreia com vitória do Santos no Mundial de Clubes da Fifa. Em alguns pontos tradicionais de encontro de santistas, como no cruzamento do Canal 5 com a Avenida Epitácio Pessoa, no bairro da Aparecida, um grupo de torcedores atravessou a madrugada em vigília, regada à cerveja, a espera do jogo.

Muita gente foi despertada pelo barulho ensurdecedor de rojões logo que o dia amanheceu, mas preferiu acompanhar o jogo em casa. “Barça, pode esperar, a sua hora vai chegar…”, esgoelaram os torcedores que assistiam ao jogo do lado de fora de uma padaria, tradicional reduto santista, aos 19 minutos, quando Neymar recebeu passe de Paulo Henrique Ganso e mandou a bola no ângulo do gol defendido pelo japonês Sugeno, com o carimbo de seu talento incomum.

Com segundo gol, marcado pelo centroavante Borges, cinco minutos depois, a comemoração chegou a lembrar a conquista de um título. No segundo tempo, a confiança do torcedor foi um pouco abalada pelo gol do lateral-direito Sakai, aos 9 minutos. Com a queda de produção do time e a presença constante dos japoneses nas imediações do gol de Rafael, a euforia foi se transformando em preocupação. Quando o jogo acabou, não houve carreata e Santos foi voltando ao seu normal.

Como o jogo foi em um dia normal de trabalho e em horário incomum para o futebol, torcedores formaram pequenos grupos em pontos isolados, sem que houvesse uma grande concentração. Os lugares mais procurados foram os bares das imediações da Vila Belmiro; o Boteco da Praia (instalado pelo Santos), na Praia do Gonzaga; o Cine Roxy, na Avenida Ana Costa, também no Gonzaga – aproximadamente 80 torcedores -; e em alguns restaurantes que funcionaram em horário alternativo.

A festa ficou para domingo, quando o campeão da Libertadores da América deverá enfrentar o mais técnico, vistoso e vitorioso futebol do mundo, o Barcelona. O Santos vai instalar um telão na Vila Belmiro para que a torcida assista gratuitamente à partida em um telão. A previsão é que aproximadamente 15 mil pessoas compareçam para torcer pela conquista da terceira estrela, 48 anos depois da conquista do bi mundial de clubes ganho pela geração de Pelé. E para que Neymar saia vitorioso caso se confirme o duelo contra Messi.