Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

COI: colapso de rampa de vela não preocupa

Estrutura foi destruída por uma ressaca na tarde deste sábado

O colapso de uma rampa temporária no local de vela dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro não deverá afetar a competição ou os treinos para a Rio 2016, disse o Comitê Olímpico Internacional (COI) neste domingo. A estrutura é temporária e serve para o acesso dos barcos à Baía de Guanabara.

A rampa principal foi danificada por uma ressaca combinada a ventos fortes neste sábado. “Na véspera dos jogos, coisas acontecem”, disse o porta-voz do COI Mark Adams. “Seria um erro fazer um grande caso disso.”

No total, a competição terá dez eventos, cinco masculinos, quatro femininos e um misto. A Marina, localizada no Parque do Flamengo, ficou um ano e quatro meses em obras para se preparar para a Olimpíada. A instalação foi aberta em abril, com dois meses de atraso. As obras custaram 70 milhões de reais e foram motivo de contestação por parte de moradores, uma vez que o parque é tombado pelo patrimônio e a reforma modificou o projeto original.

Outra controvérsia é quanto às águas da baía, cujo plano de despoluição falhou. Em 2009, quando o Rio foi anunciado sede dos Jogos de 2016, foi firmado o compromisso de se limpar pelo menos 80% da baía, o que não foi cumprido. Os ambientalistas consideram que foi uma oportunidade única perdida.