Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Espanha se despede da Copa com vitória sobre a Austrália

David Villa, em seu último jogo pela seleção, Torres e Mata marcaram no 3 a 0

Por Da Redação 23 jun 2014, 15h02

A Espanha venceu a Austrália por 3 a 0 nesta segunda-feira em seu último jogo da Copa do Mundo de 2014. Na Arena da Baixada, em Curitiba, sob vaias dos torcedores, direcionadas principalmente a Diego Costa, a Espanha ainda viu o último jogo do maior goleador da história da seleção, David Villa. Ele anotou o primeiro da partida e chegou a 59 gols em 97 partidas. O encontro também foi importante para Iniesta, que chegou ao seu centésimo jogo com a seleção.

Leia também:

Espanha destronada: imprensa mundial destaca fim de ciclo

Espanha é eliminada da Copa com segunda derrota, agora para o Chile

Imprensa espanhola se espanta com goleada da Holanda

A Austrália começou a partida pressionando a saída de bola da Espanha, que tentava manter seu estilo de troca de passes. Aos 3 minutos, Taggart quase conseguiu completar um lançamento, mas foi bloqueado pelo goleiro Reina. Após dez minutos sem conseguir criar chances, a Espanha passou a apostar na saída de bola com David Villa pelo lado esquerdo do campo – e o atacante espanhol levou a melhor sobre o marcador em quase todos os lances. Aos 16 minutos, ele encontrou Cazorla dentro da área, mas o meia chutou em cima da zaga australiana. Pouco depois, Iniesta lançou Villa, que chutou de primeira para fora no momento em que o árbitro assinalava impedimento. Aos 22, Torres fez bonita jogada e tocou para Alba. O lateral chutou forte e o goleiro Ryan fez boa defesa. Fernando Torres também teve de trocar a camisa, rasgada após ser puxada pelo adversário. Aos 35 minutos, Iniesta deu belo passe para Juanfran, que cruzou rasteiro e Villa finalizou de letra para abrir o placar. No minuto seguinte, a defesa espanhola falhou e Taggart quase empatou. No fim do primeiro tempo, a Espanha ainda tentou com Koke, em chute de fora da área, e Cazorla, que chegou antes do goleiro, mas teve o cruzamento cortado pela zaga.

Continua após a publicidade

Leia também:

Holanda leva susto, mas vence a Austrália por 3 a 2

Chile começa voando, mas relaxa e perde a chance de golear a Austrália

Holanda surpreende e vence Espanha com goleada humilhante

Na segunda etapa, depois de um início lento, Del Bosque decidiu mudar. Saiu Villa, em seu último jogo pela seleção espanhola, e entrou Juan Mata. Ao ser substituído, o atacante se emocionou muito e chorou no banco de reservas. Aos 14, a Austrália teve uma chance com McKay, que chutou por cima do gol. Aos 23 minutos, Iniesta deu outro belo passe, dessa vez para Torres, que tirou do goleiro e ampliou o placar. O meia Mark Bresciano, um dos ídolos australianos entrou na partida – provavelmente sua despedida. Mas foi a Espanha quem marcou novamente. Aos 36, Mata recebeu cruzamento e, livre, dominou e chutou por entre as pernas de Ryan: 3 a 0. No final do jogo, os espanhóis trocaram bons passes e Mata arriscou para a defesa do goleiro adversário.

Apesar da desclassificação ainda na segunda rodada da competição, a torcida espanhola, que tinha a presença ilustre da cantora Shakira, esposa do zagueiro Piqué, comemorou o resultado que deixou a Espanha em terceiro lugar no Grupo B, com 3 pontos.

Continua após a publicidade
Publicidade