Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Espanha precisa vencer Irlanda para não correr risco de eliminação precoce

Gdansk (Polônia), 13 jun (EFE).- Após empatar com a Itália em sua estreia na Eurocopa, a Espanha enfrenta a Irlanda nesta quinta-feira precisando vencer para não correr riscos de ser eliminada na última rodada do torneio.

O técnico Vicente Del Bosque pode voltar a escalar a ‘Fúria’ com um centroavante fixo, já que sua aposta em não adotar essa formação na primeira partida não funcionou. Nesse caso, o único atacante seria Fernando Torres ou Álvaro Negredo, com um certo favoritismo para o segundo, que tem treinado muito bem durante a semana.

A seleção espanhola aposta na qualidade de seu meio de campo, formado por jogadores de técnica reconhecida, como Xabi Alonso, Xavi, Andrés Iniesta e David Silva, para furar a defesa da Irlanda, que deve entrar na partida com uma postura cautelosa.

Caso conquiste a vitória, a Espanha chegará a quatro pontos. No outro jogo do grupo C, também amanhã, a Itália enfrentará a Croácia, líder da chave com três pontos.

Já a Irlanda, em caso de derrota, deve ter sua eliminação confirmada, pois perdeu por 3 a 1 para os croatas na primeira rodada da competição.

O técnico Giovanni Trapattoni deve manter o estilo da equipe. O rei do ‘catenaccio’ (retranca) apostará novamente na defesa e nos contra-ataques para conseguir um bom resultado.

O técnico italiano buscará influências no Chelsea, equipe que conquistou o título da Liga dos Campeões e neutralizou, nas semifinais, as ações ofensivas do Barcelona, que tem estilo de jogo muito parecido com o da ‘Fúria’.

‘É uma situação semelhante. O Barcelona era o franco favorito e o Chelsea ficou com um jogador a menos (expulsão de John Terry), tendo que se defender o jogo todo. Espero que não ocorra nenhuma expulsão em nosso time. Temos que defender, mas também vamos atacar’, disse o atacante Robbie Keane, principal estrela da seleção irlandesa.

Trapattoni cogita a saída de Kevin Doyle da equipe para dar lugar a Jonathan Walters, que formaria assim dupla de ataque com Robbie Keane.

Prováveis escalações:.

Espanha: Casillas; Arbeloa, Piqué, Sergio Ramos e Jordi Alba; Busquets, David Silva, Xabi Alonso, Xavi e Iniesta; Negredo(Torres). Técnico: Vicente Del Bosque.

Irlanda: Given; O’Shea, Dune, St.Ledger e Ward; McGeady, Andrews, Whelan e Duff; Robbie Keane e Doyle (Walters). Técnico: Giovanni Trapattoni.

Árbitro: Pedro Proença (Portugal), auxiliado por seus compatriotas Bertino Miranda e Ricardo Santos.

Estádio: Arena Gdansk, em Gdansk (Polônia). EFE