Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Espanha está eufórica com decisão entre rivais de Madri

<p>Real Madrid e Atlético se enfrentam em Lisboa, no dia 24 de maio</p>

Por Da Redação Atualizado em 11 jan 2022, 20h16 - Publicado em 1 Maio 2014, 12h19

São cinco horas e meia de viagem de carro entre Madri e Lisboa, e as estradas que ligam as capitais prometem ficar congestionadas e barulhentas no próximo dia 24. Real Madrid e Atlético despacharam rivais poderosos nas semifinais da Liga dos Campeões e farão uma decisão inédita no Estádio da Luz – jamais duas equipes da mesma cidade se enfrentaram em uma final. Do lado do Real, a obsessão pela décima conquista, frustrada nas últimas 11 oportunidades, cresceu ainda mais após a goleada sobre o atual campeão Bayern de Munique. O Atlético, que convive com a pecha de “primo pobre” da capital espanhola, admite sonhar com a inédita taça (o melhor resultado foi o vice há 40 anos), justamente diante do Bayern.

Leia também:

Atlético de Madri vence Chelsea e chega à final

Real arrasa o Bayern em Munique: 4 a 0

Com a vitória do Atlético sobre o Chelsea em Londres, a orgulhosa imprensa de Madri não economizou em suas manchetes. Principal jornal esportivo da capital, o Marca caprichou: “Memorável aula de futebol… e campeão espanhol!” El Mundo: “Madrid ganha a Champions”. O jornal catalão Sport preferiu alfinetar o técnico do Chelsea: “Atlético humilha Mourinho”. O centro das atenções de decisão será Cristiano Ronaldo. Além de melhor jogador do mundo e recordista de gols em uma mesma edição da Liga – já são 16 -, o atacante jogará em seu país natal. Após a vitória histórica em Munique, Cristiano lembrou as tentativas fracassadas do Real nos últimos anos e elegeu o técnico Carlo Ancellotti como um dos responsáveis pela campanha. “É uma final merecida após as três semifinais perdidas. Agora, com a cabeça erguida pensamos jogo a jogo. Ancelotti mudou tudo, a mentalidade, tudo.”

No Atlético, o ex-jogador do time, o argentino Diego Simeone, se eternizou como ídolo e deu declarações chulas ainda em Stamford Bridge, exaltando a garra de seus jogadores. Destaque do Atlético, o brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa – já marcou oito gols nesta edição da Liga – negou estar vendido ao Chelsea e falou da mentalidade da equipe. “Merecemos estar na final. Ficamos mais conscientes de nosso potencial, com o objetivo de disputar uma grande temporada”, disse em bom espanhol ao canal Sky Sports. Os dois times ainda podem tfazer duelo interessante na briga pelo campeonato nacional – o Atlético tem seis pontos a mais e faltam três rodadas para o fim do Espanhol (o Real tem um jogo a menos).

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade