Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Espanha admite que tem desejo de vingança contra Brasil

Técnico Del Bosque relembrou a derrota na final da Copa das Confederações

A seleção espanhola já se prepara para a Copa do Mundo no Brasil – e, apesar de confiante no bicampeonato, o time trata a equipe anfitriã como principal favorita à conquista do título. A derrota para a seleção brasileira, por 3 a 0, na decisão da Copa das Confederações do ano passado, não foi esquecida por jogadores e comissão técnica. O técnico Vicente Del Bosque admitiu, em entrevista ao site da Uefa, que aquela partida no Maracanã “deixou um gosto ruim na boca e o desejo de revanche”.

Dois dos jogadores mais vitoriosos da Espanha, Andrés Iniesta e Fernando Torres também opinaram sobre as chances da seleção brasileira. “A realidade é que o Brasil tem muitos títulos mundiais e joga em casa. Nesse sentido, tem um pouco de vantagem”, destacou Iniesta em evento do canal espanhol Gol Televisión. Fernando Torres, que ainda não tem lugar garantido no grupo de 23 convocados, considera que a derrota de um ano atrás pode servir de lição. “O Brasil tem a vantagem de jogar em casa, que sempre é um fator importante. Nós temos a experiência da Copa das Confederações para que não sejamos surpreendidos pelo ambiente, o clima ou o gramado, mas haverá muitas seleções boas, e por isso não se deve apontar apenas um favorito”, considerou o jogador do Chelsea, ao mesmo veículo.

Leia também:

Como a Espanha, nossa principal rival, aprendeu a dar olé

​Diego Costa pode perder o jogo, mas já ganhou a Espanha

Como a briga Real x Barcelona pode destronar a Espanha​

Para o Real, longo jejum fez o clube voltar valorizar a taça​

Copa, imigração e globalização: a escolha de Diego Costa​

Diego Costa – O técnico Del Bosque anunciará a lista de 23 convocados para o Mundial no próximo sábado – por enquanto, trabalha com 30 atletas -, porém demonstra grande preocupação com o atacante brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa. O artilheiro do Atlético de Madri saiu lesionado da final da Liga dos Campeões contra o Real Madrid e, segundo o próprio Del Bosque, corre risco de ser cortado. “Temos tempo para pensar sobre Diego Costa. Estamos nas mãos dos médicos. Não é para esconder nada, é um fato: ele está em processo de recuperação e não estamos certos de que vá ficar bem. Teremos que ser cautelosos”, afirmou o treinador.

A Espanha integra o Grupo B do Mundial e estreia justamente diante de seu rival na final da última Copa, a Holanda, dia 13 de junho, em Salvador. No dia 18, a equipe encara o Chile, no Rio de Janeiro, e finaliza sua campanha na primeira fase contra a Austrália, em Curitiba.

(Com agências EFE e Gazeta Press)