Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Espanha-1982: imagens da derrota do futebol-arte de Telê

Veja fotos exclusivas do arquivo da Editora Abril em Copa em que Brasil brilhou

Qualquer derrota é dolorida, mas poucas tiveram tamanho impacto sobre o torcedor brasileiro. A eliminação da seleção na segunda fase da Copa do Mundo de 1982, na Espanha, foi lamentada não só por adiar por mais alguns anos o sonho do tetracampeonato como principalmente por encerrar, de forma prematura, uma campanha extraordinária. A Itália foi a campeã do mundo naquele ano, mas o time que encantou a torcida nos estádios espanhóis foi o esquadrão montado pelo técnico Telê Santana (1931-2006). Com um meio formado por Toninho Cerezo, Falcão, Sócrates e Zico, a equipe era criativa, dinâmica, muito técnica e muito ofensiva. No fatídico duelo com os italianos, em 5 de julho de 1982, no já demolido Estádio Sarriá, em Barcelona, Paolo Rossi, endiabrado, marcou três vezes e mandou a seleção de Telê de volta para casa. O Brasil somou quatro grandes vitórias (uma delas, sobre a Argentina) antes da eliminação precoce. Ficou a lembrança de um timaço, uma memória preservada nas imagens de Pedro Martinelli, Ricardo Chaves, Rodolpho Machado e J.B. Scalco, que cobriram o evento por VEJA e Placar.

Leia também:

Em trinta imagens, o tri da seleção na Copa do México-70

Alemanha-74: em imagens, a Copa de Cruyff e do ‘Kaiser’

​Argentina-1978: em fotos, o triunfo (na marra) dos vizinhos