Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Equador vence Colômbia por 1 a 0 e entra no G-4 das eliminatórias

Por Da Redação 10 jun 2012, 20h07

A Colômbia dominou boa parte do jogo, mas não foi capaz de derrotar a seleção do Equador atuando dentro do estádio Atahualpa, em Quito. Com um gol marcado por Benítez aos nove minutos do segundo tempo, a seleção comandada por Reinaldo Rueda venceu por 1 a 0 e assumiu a quarta colocação das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

Dependente de Falcao Garcia, o time de José Pekerman teve boas chances no primeiro tempo, mas atuou sem brilho na etapa complementar e se deixou levar pelo futebol de passes ao lado do Equador que, com a vitória, ultrapassa justamente os colombianos na tabela de classificação. Venezuela também ficou para trás.

Com nove pontos, Equador está atrás apenas de Argentina, Uruguai e Chile, que ocupam as primeiras colocações e se classificariam direto em caso de encerramento da fase. Os próximos compromissos das seleções serão na sexta-feira, quando a Colômbia recebe o Uruguai e a Bolívia vai ao Equador enfrentar os vencedores deste domingo.

O Jogo – A dependência da Colômbia no futebol do atacante Falcao Garcia, campeão da Liga Europa com a camisa do Atlético de Madri, era evidente. Por mais jogadas que os eficientes Guarín e James Rodríguez criassem pelas alas, o último passe era sempre para Falcao que já desperdiçou uma boa oportunidade aos quatro minutos, quando Erazo apareceu para desviar o chute preciso da jóia colombiana.

O lateral esquerdo Pablo Armero, ex-jogador do Palmeiras, também era um dos jogadores que se aproveitavam dos quase 65% de posse de bola da Colômbia para criarem boas oportunidades. Foi assim aos nove minutos, quando teve a jogada ofensiva interceptada por Jayro Campos, ex-defensor do Atlético-MG, e aos dez, quando James Rodríguez demorou a concluir o lançamento do ala esquerdo.

Aos 21 minutos, Walter Ayoví fez bom cruzamento no meio da área colombiana, na primeira oportunidade do Equador na partida, mas Noboa não alcançou. A partir daquele momento, o time da casa começou a equilibrar o duelo e também criou situações de ataque, mas sem grande perigo ao gol de Ospina. Uma dessas situações ocorreu aos 31 minutos, quando Montero fintou dois colombianos, invadiu a área da Colômbia, mas chutou sem direção.

No último lance da etapa inicial, já com Zuñiga ocupando a vaga do lesionado Perea, Ospina evitou que a seleção do Equador abrisse o placar, quando Walter Ayoví recebeu passe preciso de Benítez e desferiu um chute forte, para ótima defesa do goleiro colombiano.

Motivada pela boa atuação nos últimos minutos do primeiro tempo, Equador precisou de nove minutos para abrir o placar. O valente Ayoví recebeu a bola quase na linha lateral da intermediária, evitou a saída e lançou para o meio da área, onde Mosquera não conseguiu fazer o desvio e viu Benítez acertar um chute forte, no canto esquerdo de Ospina, para abrir o placar.

Nos últimos minutos da partida, o árbitro brasileiro Wilson Luiz Seneme ainda teria tempo para expulsar o equatoriano Noboa e distribuir três cartões amarelos em virtude do clima hostil no estádio Atahualpa, em Quito.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)