Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Enfurecido, Massa solta o verbo contra Hamilton

Por Tim Chong 25 set 2011, 16h36

O piloto brasileiro Felipe Massa, da Ferrari. criticou neste domingo a atitude do inglês Lewis Hamilton, da McLaren, que em mais uma manobra polêmica provocou uma batida que comprometeu as chances do paulistano no grande prêmio de Cingapura.

Na 12ª volta, numa tentativa de ultrapassagem, Hamilton furou o pneu do brasileiro ao tocá-lo com sua asa dianteira.

Ambos os pilotos tiveram que voltar para o box para concertar o carro, o que prejudicou Massa, que terminou a corrida na nona posição.

Já Hamilton foi punido com um “drive-through” logo em seguida, mas conseguiu chegar em quinto.

O brasileiro, que já tinha se envolvido em uma confusão com o piloto inglês durante o treino classificatório, estava furioso após a corrida.

Continua após a publicidade

“Como eu disse no sábado, ele (Hamilton) não consegue usar a cabeça. Não consegue na classificação e, muito menos, na corrida. Ele poderia ter causado um grande acidente”, reclamou.

“Ele estava numa linha reta quando me tocou. Ele nem estava na minha altura, estava atrás. Quando terminei de frear na curva, meu pneu já estava furado. Foi um grande problema para mim na corrida. Mas ele também pagou por isso então o que posso falar?” – lamentou.

“Quantas vezes ele fez isso? Ele erra, paga, mas não aprende. A Fia (Federação Internacional de Automobilismo) precisa fazer alguma coisa”, alfinetou o piloto da Ferrari.

“Logo depois da corrida, tentei conversar com ele para esclarecer as coisas, mas ele foi embora sem falar comigo. Então disse o que pensava quando nos encontramos na sala de entrevistas. Falei pra ele: ótimo trabalho, assim você vai vencer muitos campeonatos!”

Hamilton recusou-se a falar com a imprensa após a prova, quando normalmente não costuma poupar palavras.

Continua após a publicidade
Publicidade