Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Empresa encarregada da segurança olímpica perderá quase US$ 80 mi

Londres, 14 jul (EFE).- A G4S, empresa privada encarregada da segurança das Olimpíadas de Londres, indicou neste sábado que perderá até 50 milhões de libras (US$ 77,7 milhões) após ter anunciado que não está preparada para proteger o evento, a menos de duas semanas de seu início.

Em comunicado, a G4S calculou que perderá entre 35 e 50 milhões de libras (entre US$ 54,5 milhões e US$ 77,7 milhões) de um contrato avaliado em 300 milhões de libras (US$ 467 milhões) para ser a responsável pela segurança do evento, após ter reconhecido na quarta-feira que não está preparada para proporcionar os 10 mil agentes estipulados.

A empresa manifestou neste sábado estar ‘profundamente decepcionada’ e aceitou sua responsabilidade pelos custos para a contratação de pessoal extra.

Seu executivo-chefe, Nick Buckles, expressou na nota que, em colaboração com o Exército e o Locog (Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos), a empresa agora ‘trabalha contra o relógio para resolver a situação’.

O Governo do Reino Unido confirmou nesta quinta-feira que terá de mobilizar 17 mil soldados, 3,5 mil mais do que o previsto, para proteger os Jogos Olímpicos perante o anúncio da G4S.

Essa mudança de planos obrigará a repatriar soldados destacados em países como o Afeganistão e fará outros cancelarem suas férias, embora a ministra do Interior, Theresa May, tenha assegurado que ‘isso não prejudicará a segurança dos Jogos’.

A G4S, uma multinacional com 650 mil empregados no mundo todo e operacional em múltiplas frentes no Reino Unido, em controle de imigração e prisões, confessou que havia ‘tido problemas’ para recrutar pessoal suficiente e formá-lo no calendário previsto. EFE