Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Empate com Ceará mantém invencibilidade do América-RN em casa

O América-RN entrou no gramado do Nazarenão, em Goianinha, buscando manter a invencibilidade como mandante na Série B do Campeonato Brasileiro. Do outro lado, o Ceará tentava voltar a vencer após o empate com o Criciúma e iniciar uma arrancada rumo ao G4. Com o empate por 1 a 1, o Dragão perdeu seus primeiros pontos no Nazarenão, mas se mantém na zona de acesso à Série A, na quarta colocação. Já o Vovô continua no meio da tabela, ocupando o 12lugar.

O técnico do Roberto Fernandes promoveu algumas mudanças para o jogo de comemoração dos 97 anos da equipe potiguar, que perdeu por 4 a 2 para o CRB na 9rodada. O meia Wanderson, que vinha jogando como lateral esquerdo, voltou à posição de origem e foi um dos destaques da partida, atuando nas costas do lateral Apodi.

Logo nos primeiros minutos, a mudança de posicionamento funcionou. Wanderson recebeu belo lançamento de Zé Antonio, ganhou na velocidade dos zagueiros do Vozão e tocou na saída de Fernando Henrique para inaugurar o placar.

Aos 15 minutos, uma bela troca de passes na entrada da área do Ceará encontrou Pingo sozinho do lado direito. O camisa 7 soltou a bomba para grande defesa de Fernando Henrique. A resposta cearense veio com um passe em profundidade de Rogérinho para Mota. O centroavante armava o chute por cobertura, mas o zagueiro Zé Antonio fez o corte para a linha de fundo, salvando o América-RN.

O goleiro Dida, que correu o risco de perder a vaga de titular para Galato após a derrota para o CRB, complicou de vez sua situação. Em lançamento para Rogérinho, o goleiro saiu mal e cometeu falta violenta dentro da área. Na cobrança de pênalti, aos 31 minutos, Mota bateu no canto direito de Dida, que sequer saiu na foto. O gol de empate do Vovô foi o quarto de Mota na Série B.

O início do segundo tempo atrasou devido à fumaça dos sinalizadores da torcida potiguar, que comemorava o aniversário do clube. Assim que a bola rolou, Roberto Fernandes mandou o Dragão pressionar o Ceará e Paulo César Gusmão resolveu mexer, sacando o garoto Romário para entrada do veterano Itamar, ex-Palmeiras e Flamengo.

No início da segunda etapa, as equipes não repetiram a movimentação intensa do primeiro tempo, deixando o jogo preso no meio de campo e com poucas chances de gol. Para mudar o panorama, Roberto Fernandes tirou o lateral esquerdo Gustavo para a entrada o meia Thiago Galhardo.

Aos 21 minutos, o Ceará chegou a balançar as redes, mas o gol de Itamar foi anulado. Na sequência, Éverton foi bloqueado por Dida e no rebote o mesmo Itamar perdeu a chance, ao tentar finalização de calcanhar.

A resposta potiguar veio com bela jogada de Fabinho pela direita. O volante passou por três marcadores e rolou para Isac, que chutou fraco nas mãos de Fernando Henrique. O centroavante também desperdiçou grande oportunidade quando recebeu na entrada da área e, sem marcação, chutou longe do gol cearense.

PC Gusmão promoveu a entrada do meia Thiaguinho no lugar de Rogérinho e na primeira jogada, o camisa 16 mostrou eficiência ao encontrar Itamar no lado direito da área potiguar. O atacante bateu cruzado e Mota, de carrinho, quase completou para as redes de Dida.

Na próxima rodada, o América-RN visita o Paraná Clube, no Durival de Britto, em Curitiba. Já o Ceará recebe o São Caetano no Presidente Vargas, em Fortaleza. Os dois confrontos acontecem às 21h50 (de Brasília) de terça-feira.