Clique e assine a partir de 9,90/mês

Emerson torce por absolvição de Chicão, mas admite que ele errou

Por Da Redação - 14 set 2011, 17h44

O técnico Tite não sabe se terá Chicão à disposição para o jogo de domingo, contra o Santos, porque o zagueiro será julgado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) dois dias antes e corre risco de suspensão de até seis partidas por ter trocado tapas com o palmeirense Valdívia, em clássico disputado no dia 28 de agosto, em Presidente Prudente.

Na opinião de Emerson, o defensor e capitão seria uma baixa sentida pelo time corintiano, atual líder do Campeonato Brasileiro, mas merece receber gancho. ‘Espero que não aconteça, vai ser ruim. No caso do menino do Flamengo (Gustavo, que acertou um soco em Liedson, durante partida contra o Corinthians), não pode passar despercebido. Assim como o Chicão e o Valdívia, acho que erraram também e têm que ser punidos’, justificou o atacante.

Chicão foi denunciado pelo artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva – assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva -, com pena prevista de um a seis jogos de suspensão. Se for punido, ele já ficará fora do confronto de domigo, no Pacaembu.

O reserva imediato do defensor, que atua pelo lado direito da zaga, é Wallace. Assim, caso Chicão não possa atuar diante do Santos, seu substituto formará dupla com Leandro Castán.

Publicidade