Clique e assine a partir de 9,90/mês

Emerson diz que janela não é barreira: ‘Dono do Al-Sadd pode mudar’

Por Da Redação - 14 set 2011, 12h14

O atacante Emerson voltou a comentar na manhã desta quarta-feira a possibilidade de retornar ao futebol do Catar. O jogador do Corinthians, que recusou a proposta inicial do Al-Sadd (18 milhões de dólares para contrato com duração de 10 meses) – mas admite não declinar se a oferta voltar ‘absurda’ -, disse que ele poderia se transferir em qualquer data.

‘Estou feliz aqui no clube e não quero sair. Mas, em relação a janela, eu tenho passaporte árabe, então me torno local e isso não seria problema algum. Em segundo lugar, a federação é do dono do time que quer me levar. O cara pode começar de novo o campeonato se quiser (risos). Não tem problema nenhum em relação a janela’, explicou o atacante corintiano.

Emerson chegou ao Parque São Jorge nesta temporada e tem vínculo vigente com o clube até 31 de dezembro de 2013. Aos 33 anos, no entanto, admite que deve se aposentar dos gramados dentro de dois anos e, por isso, caso a proposta do clube do Catar aumente um pouco, ele pensará em sua independência financeira, já que a carreira profissional no futebol é curta.

‘Volto à frase que eu já disse. ‘Dinheiro realmente não aceita desaforo’. Pelo que os árabes me ofereceram hoje, eu não deixaria o Corinthians por nada, estou satisfeito aqui. Agora, se os caras enviarem uma proposta absurda, você há de convir que não dá para recusar. Mas não quero pensar nisso, porque estou muito feliz e não penso em ir embora. Em nenhum momento eu pensei ou conversei com a diretoria’, reforçou o atacante, que atuou no Al-Sadd de 2007 a 2009.

Continua após a publicidade

A felicidade atual, de acordo com o próprio atleta, se deve a seu melhor momento desde que chegou ao Corinthians. No início, ainda sem ritmo pela falta de contato com a bola, Emerson foi lançado às pressas por Tite e não teve um bom desempenho. Cobrado por parte da torcida, ele adquiriu melhor condição física e passou, aos poucos, a ganhar oportunidades como titular.

Publicidade