Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Embalado por resultado da Malásia, Senna quer manter evolução

O Grande Prêmio da Malásia foi disputado há três semanas, mas o sexto lugar alcançado em Sepang embala o brasileiro Bruno Senna para a etapa da China do Mundial, marcada para domingo. O piloto da Williams espera que a equipe consiga manter o ritmo de evolução durante a temporada.

‘Foi uma grande corrida. Não cometi erros durante toda a corrida, com exceção da primeira volta, e isso é muito encorajador. Mostra que o carro tem bom rendimento no seco e no molhado. Eu e a equipe tivemos muita aplicação, não estou correndo sozinho’, declarou.

A etapa da Malásia do Mundial foi marcada pela instabilidade climática e permitiu resultados inesperados, como a vitória do espanhol Fernando Alonso, apesar do baixo rendimento da Ferrari, e o segundo lugar do mexicano Sergio Perez, piloto da Sauber.

‘Na primeira parte da temporada, é melhor quando você tem diferentes condições. Eu ainda estou aprendendo sobre a equipe, o carro e os pneus. Entrei tarde no campeonato do ano passado e algumas coisas mudaram. Esse período de adaptação leva algumas corridas. Depois, quanto mais seca a corrida, melhor’, explicou.

No ano passado, com o brasileiro Rubens Barrichello ao lado do venezuelano Pastor Maldonado, a Williams teve um desempenho pífio e marcou apenas cinco pontos. Somente na Malásia, Senna já marcou oito e espera que a equipe consiga manter o ritmo de evolução durante o ano.

‘A equipe deu um grande salto em termos de desempenho. As mudanças que aconteceram deixaram o time focado nas áreas corretas e agora depende de nós, de mim, do Pastor e também dos engenheiros para manter o ritmo de desenvolvimento tão alto quanto ou maior que o das outras equipes’, declarou o brasileiro.

Para manter a motivação, garante o sobrinho de Ayrton Senna, é preciso de resultados expressivos. ‘Estamos trabalhando muito, muito duro e com certeza marcar pontos, especialmente muitos pontos, como fizemos na última corrida, deixa todos motivados’, encerrou.