Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Embalado após vencer o Barça, Real tenta eliminar Bayern

Jogo em Madri decide quem pega Chelsea na decisão da Liga dos Campeões

Por Da Redação 25 abr 2012, 08h35

“Jogamos contra um time que é a nata do futebol europeu, mas volto a dizer: não temos medo e vamos chegar à final”, disse o técnico do Bayern, sem temer o Real Madrid

Em busca de seu décimo título de Liga dos Campeões, o Real Madrid recebe o Bayern de Munique no Santiago Bernabéu nesta quarta-feira, às 15h45 (no horário de Brasília), no jogo de volta da semifinal do torneio. A equipe espanhola precisa reverter a derrota por 2 a 1 sofrida no jogo de ida, na Alemanha. Quem avançar pega o Chelsea, que eliminou o Barcelona na terça-feira, em pleno Camp Nou. O time merengue chega ao jogo embalado pela vitória sobre seu principal rival, o Barça, no sábado, fora de casa. A vitória por 2 a 1 colocou o time a sete pontos de distância do time de Guardiola e praticamente garantiu a conquista do Campeonato Espanhol após três anos de domínio catalão na competição nacional.

Com a boa situação do time no Espanhol, o técnico José Mourinho comparou as duas prioridades da equipe, analisando que o melhor sempre vence no Campeonato, o que nem sempre ocorre na Liga dos Campeões. Mesmo assim, o técnico mira a competição continental e classifica o jogo contra o Bayern como uma final antecipada. “Não sei se a Liga dos Campeões é mais importante que o Campeonato Espanhol, porque no nacional o melhor sempre vence, enquanto no continental nem sempre isso acontece. Mas a final da Liga dos Campeões é a mais importante do futebol. O jogo de quarta é quase uma final antecipada, mas vejo que os jogadores estão tranquilos”, analisou o português.

Leia também:

Leia também: Cristiano Ronaldo é ‘rico, bonito e bom’ – mas fica sempre em 2º

A favor do Real Madrid está o retrospecto em casa nesta edição do torneio intercontinental. O time marcou pelo menos três gols em todas as partidas que disputou até agora. Mourinho, inclusive, afirma que o Bayern sabe que precisará fazer gols e não apenas tentar manter o 0 a 0 se pretende chegar à final. “Sabemos o que queremos fazer amanhã e vamos tentar fazê-lo. O Bayern sabe que, se não marcar gols, estará fora e, portanto, não será um jogo de ataque contra defesa. O Bayern é um time que merece elogios. O técnico é muito bom e o elenco também. O time tem o direito de pensar que estará na final”, comentou o treinador. Essa confiança, aliás, está presente no discurso do técnico da equipe bávara, Jupp Heynckes.

Final em casa – Um incentivo extra para a equipe alemã – que já perdeu uma final há dois anos, no próprio estádio do Real Madrid, contra uma Inter de Milão treinada pelo próprio José Mourinho – é o fato de que a partida decisiva do torneio será disputada justamente na Allianz Arena, casa do time de Munique. “Será um jogo de primeira classe, tanto do ponto de vista tático como do técnico. É impossível ver uma partida com mais ingredientes que esta. Será sensacional”, declarou Heynckes, que completou: “Jogamos contra um time que é a nata do futebol europeu, mas volto a dizer: não temos medo e vamos chegar à final. Acredito que vamos conseguir.”

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Publicidade