Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em último trabalho antes do clássico, Ney Franco treina bola parada

O São Paulo encerrou na manhã deste sábado as atividades visando o clássico com o Palmeiras, pelo Brasileirão. Após a realização do treino recreativo, que contou com o goleiro Rogério Ceni, o técnico Ney Franco convocou Jadson, Cícero, Douglas e Luís Fabiano para trabalhar jogadas de bola parada.

Os escolhidos cobravam faltas, após orientações do auxiliar Éder Bastos. Desde que assumiu o clube, no início desta semana, o ex-comandante das categorias de base da Seleção Brasileira deu ênfase a jogadas de bola parada, quesito que o São Paulo não tem conseguido aproveitar nesta temporada.

Sem seu cobrador de faltas oficial, já que Rogério Ceni ainda recupera-se de uma cirurgia no ombro e não atuou em 2012, o São Paulo marcou apenas um gol em batidas diretas. O autor foi Luís Fabiano, na goleada sobre o Bragantino, por 4 a 1, ainda nas quartas de final do Campeonato Paulista.

Em jogadas ensaiadas, entretanto, o jejum é menor: o último tento aconteceu na terceira rodada do Brasileiro, durante o clássico com o Santos. Naquela partida, Paulo Miranda aproveitou a cobrança de falta de Jadson, ajeitada por Rhodolfo, e definiu a vitória tricolor, pelo placar mínimo: 1 a 0.

Com 15 pontos ganhos em oito rodadas, o Tricolor é o quinto colocado do Brasileirão. Diante do Palmeiras, atual campeão da Copa do Brasil, o São Paulo deverá entrar em campo às 18h30 (de Brasília) deste domingo, na Arena Barueri, com: Denis; Douglas, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Denilson, Casemiro, Cícero e Jadson; Osvaldo e Luis Fabiano.