Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Em SP, Mano Menezes pede receita do ouro olímpico a Cesar Cielo

Por Da Redação - 19 jun 2012, 14h53

A partir do mês que vem, o futebol brasileiro tentará acabar com o incômodo tabu de nunca ter conquistado o ouro dos Jogos Olímpicos. Nesta terça-feira, o técnico do time pentacampeão mundial, Mano Menezes, recebeu uma inspiração extra ao se encontrar com o nadador Cesar Cielo, dono da medalha dourada quatro anos atrás em Pequim.

‘Eu pedi ao Cielo o caminho do ouro olímpico, mas como essas receitas não são assim tão fáceis, sabemos que precisamos construir o nosso caminho, vamos trabalhar para isso’, comentou o comandante em um evento comercial realizado no estádio do Pacaembu.

Campeão olímpico e mundial, Cesar Cielo destaca que a principal receita ao time de futebol é manter a naturalidade para desempenhar todo o potencial em Londres. Ele ressalta que os jogadores de Mano Menezes estão acostumados a grandes desafios no exterior.

‘Eu sempre digo aos nadadores que a Olimpíada é uma competição igual a qualquer outra, basicamente a piscina tem 50 metros como as outras, a quantidade de água é igual, apenas o glamour e a festa são diferentes’, disse.

Publicidade

Ao futebol brasileiro, a busca pela medalha olímpica já virou uma verdadeira obsessão. ‘Você deve considerar a competição como qualquer outro que é competida. É não tentar imaginar mais do aquilo que deve fazer ou pensar que a performance está acima de qualquer nome de competição ou pressão’, emendou Cielo.

A principal estrela da natação nacional admite a falta de conhecimento sobre o futebol e, segundo o próprio Mano Menezes, evitou palpites ou pedidos na escalação da Seleção Brasileira. Cielo chega próximo do esporte mais popular do mundo apenas através do vídeo game.

‘Eu às vezes brinco naqueles jogos de direcionamento de futebol, mas o Mano nunca me contrata para ser o seu auxiliar’, sorriu o campeão olímpico.

Publicidade