Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Em reunião esvaziada, Fifa diz confiar em Maracanã 100%

Valcke e Cabral não compareceram. Rio acredita ter tranquilizado a entidade

Por Da Redação 8 mar 2013, 13h44

“Nós temos agora uma visão clara e completa dos requerimentos que envolvem o cronograma da entrega do estádio para a Copa das Confederações”, disse Ron DelMont, da Fifa

Depois de uma reunião a portas fechadas no Palácio Guanabara, no Rio de Janeiro, na manhã desta sexta-feira, a Fifa divulgou uma nota oficial afirmando que confia na entrega do Maracanã no último prazo estabelecido pelo governador Sérgio Cabral: 27 de abril. Na data prevista, estipulada nesta semana por Cabral, será realizado o primeiro evento-teste do estádio antes da Copa das Confederações. O Maracanã receberá seu primeiro jogo na competição em 16 de junho. O outro acontece no dia 20 e a decisão, em 30 de junho. Depois de prometer ser “enfático” nas cobranças aos cariocas na reunião emergencial desta sexta, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, decidiu volta já na quinta para a Suíça e, assim, não participou da reunião.

Leia também:

Maracanã tem risco real de não ficar pronto dentro do prazo Em balanço do ano, Valcke enfim se diz satisfeito com país

Na reta final, surge o temor sobre os ‘puxadinhos’ da Copa

Continua após a publicidade

Como a Copa vai obrigar o país a enfrentar seus problemas

Copa, por enquanto, decepciona dentro e fora dos estádios

Depois do encontro, Valcke usou o Twitter para dizer que recebeu, mesmo à distância, a garantia do Rio. “Fiquei satisfeito ao saber que o Maracanã estará totalmente operacional em 27 de abril”, escreveu o francês. O representante da Fifa na reunião foi o diretor geral do escritório da entidade no Brasil, Ron DelMont. Também participou do encontro o diretor executivo do Comitê Organizador Local (COL) da Copa, Ricardo Trade. Assim como Valcke, o governador Sérgio Cabral também prometia participar mas não foi à reunião. Foi representado pelo secretário estadual de Casa Civil, Régis Fichtner. Nenhum dos presentes concedeu entrevista. A Fifa se limitou a divulgar seu comunicado uma hora depois do fim da reunião. “Sabemos que não temos um cronograma fácil, mas o Maracanã estará pronto para receber eventos-teste no dia 27 de abril. No total, organizaremos dois eventos fechados e um grande evento para o público como parte da preparação para a Copa das Confederações”, disse Fichtner à Fifa.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga Veja Esporte no Twitter

O secretário confirmou à Fifa que o amistoso entre Brasil e Inglaterra, em 2 de junho, será com “capacidade máxima” no mais tradicional estádio do país. Segundo o diretor do escritório da entidade no Brasil, o governo do Rio “reiterou seu compromisso em concluir a reforma do Maracanã na data acordada”. “Nós temos agora uma visão clara e completa dos requerimentos que envolvem o cronograma da entrega do estádio para a Copa das Confederações”, disse Ron DelMont. O presidente da construtora Odebrecht, Benedicto da Silva Junior, afirmou que o consórcio responsável pela obra fará “todos os esforços para entregar plenamente todas as melhorias até o dia 27 de abril”. “Nós temos 6.500 pessoas trabalhando diariamente para atingir o objetivo estabelecido”, disse Silva Junior. A partir de agora, equipes técnicas do estádio e do COL vão se reunir semanalmente para que o Maracanã possa ser entregue a tempo.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade