Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Em partida movimentada, Ceará vence Coxa e respira na briga contra a degola

Por Da Redação 25 set 2011, 19h52

Em jogo muito movimentado e cheio de opções no estádio Presidente Vargas, o Ceará fez valer a força da sua torcida e, com belos gols, bateu o Coritiba por 3 a 2 na noite deste domingo. Os gols da partida, válida pela 26rodada do Campeonato Brasileiro, foram marcados por Roger, duas vezes (uma delas em belo voleio) e Edmilson, para os anfitriões, e Bill, também duas vezes, só que para os paranaenses.

Com o resultado, o Vozão ganha um pouco de fôlego no torneio consegue abrir cinco pontos de distância para o Atlético-MG, primeiro time da zona de rebaixamento da competição. Enquanto isso, o Coxa, com 37, viu a zona de classificação para a Libertadores se distanciar um pouco.

Na próxima rodada, os cearenses terão pela frente um confronto direto nesta luta contra a degola, já que encaram o próprio Galo, em Sete Lagoas. Já os alviverdes tentam se manter na briga por uma vaga no torneio continental contra o Figueirense, em Florianópolis.O Jogo – O duelo começou com tudo, tendo os rápidos ataques de ambas equipes como principal atração. Aos seis minutos, Rudnei aproveitou lançamento na área e marcou, mas o juiz apontou impedimento, anulando o lance que seria o prelúdio de uma pintura no Presidente Vargas.

Após cruzamento da direita, o atacante Roger acompanhou a viagem da bola e, sem ajeitar, acertou lindo chute de voleio, no canto oposto do goleiro Vanderlei, que ainda tocou na bola, mas não evitou a abertura do placar.

Cinco minutos depois, quase o empate. Luccas Claro aproveitou indecisão da zaga, ganhou a disputa com Fabrício e bateu de bico. Mostrando muito reflexo, Fernando Henrique espalmou e comemorou muito. Na resposta, Leandro Chaves arriscou de longe e acertou o travessão de Vanderlei.

Aos 19, porém, a igualdade veio. Anderson Aquino entrou tabelando no miolo de zaga do Ceará e deixou Bill em excelente condição para bater. O centroavante chutou mal, mas contou com um desvio da zaga para vencer o inspirado Fernando Henrique.

O ritmo diminuiu, mas ainda antes do intervalo o Vovô conseguiu mais um gol. Edmilson cobrou falta de média distância, colocada, no ângulo de Vanderlei. O goleiro, que pareceu não esperar o chute, só observou a bola estufar suas redes.

Mas, se tomou um gol no fim da primeira etapa, o Coxa tratou de recolocar o placar em condições iguais com apenas três minutos do segundo tempo. Léo Gago bateu falta quase na linha da grande área, Fernando Henrique não segurou a bomba e Bill mostrou oportunismo no rebote para anotar o seu segundo.

Os alvinegros balançaram com a igualdade. Um belo lance de Osvaldo, porém, colocou o time novamente em vantagem e garantiu os três pontos. O rápido atacante achou Vicente na área e o lateral cruzou para Roger bater de primeira para fazer o 3 a 2.

Continua após a publicidade
Publicidade