Clique e assine com até 92% de desconto

Em partida empolgante, Spurs sai na frente na final da NBA

Com atuação decisiva do armador Tony Parker, equipe de San Antonio surpreendeu o Miami Heat na Flórida e conquistou a vitória de virada por 92 a 88

Por Da Redação 7 jun 2013, 01h33

A aguardada final da NBA entre Miami Heat e San Antonio Spurs começou em alto nível na noite desta quinta-feira. Em uma partida empolgante, o San Antonio Spurs mostrou garra e competência para superar o Miami Heat na casa do adversário e, com uma virada no último quarto, garantiu a vitória por 92 a 88 no primeiro jogo da série decisiva. Apesar de ter se mantido à frente do placar durante quase toda o jogo, o Heat não conseguiu abrir uma boa vontagem e viu o Spurs, liderado por Tony Parker e com uma boa atuação de Thaigo Splitter, virar a partida nos momentos finais, eliminando a vantagem adversária de ter o mando de jogo decisivo nos sete jogos das finais.

O jogo – Apesar da empolgação da torcida da casa, o atual campeão Miami Heat entrou na quadra sob desconfiança. Apesar da melhor campanha da temporada regular, a franquia da Flórida teve muitas dificuldades para derrotar o Indiana Pacers na Conferência Leste. Do outro lado, a situação era diferente. Soberano no Oeste, o San Antonio Spurs chegava à decisão com sobras, mas também tinha uma complicada missão. Sem a melhor campanha, a franquia do Texas precisava de uma vitória na casa do adversário para tirar a vantagem do Heat.

Dentro de quadra, bastaram os primeiros minutos para ficar comprovado o equilíbrio entre as duas equipes. Mesmo jogando em casa, a equipe de Miami não conseguia abrir vantagem e, apesar de sempre estar à frente do marcador, era obrigado a ver o Spurs na cola, pronto para uma surpresa. O astro LeBron James não apresentava um desempenho brilhante, mas jogava bem e ajudava sua equipe a manter a liderança. Na volta do intervalo, as duas equipes continuaram proporcionando um jogo de basquete em altíssimo nível. Se o time da casa tentava abrir vantagem e inflamar sua torcida, a equipe de San Antonio logo respondia com uma bela trama de seu ataque ou com uma cesta de três de Manu Ginóbili.

Desta forma, o jogo chegou ao último quarto indefinido e os Spurs resolveram surpreender o time da casa. O brasileiro Thiago Splitter, até então apagado, começou a ganhar as jogadas de ataque. Tony Parker chamou a responsabilidade e a equipe de San Antonio passou à frente do placar. O Miami Heat ensaiou uma reação e, com menos de dois minutos para o fim, a diferença entre as duas equipes era de apenas uma posse de bola. Os últimos 90 segundos de jogo foram dramáticos. No último ataque do San Antonio, a bola ficou nas mãos de Tony Parker, que, bem marcado, teve dificuldades para arremessar, mas converteu os dois pontos no estouro do cronômetro, garantindo o triunfo dos visitantes por 92 a 88.

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade
Publicidade