Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em noite movimentada, UFC altera futuro de brasileiros

Maurício Shogun enfrentaria Minotouro, depois Sonnen, mas viu sua próxima luta ser adiada para agosto; Lyoto Machida confirmado contra Phil Davis

A noite de segunda-feira foi movimentada para os brasileiros na categoria meio-pesado do UFC. Através do seu twitter oficial, o torneio confirmou que Lyoto Machida enfrentará o americano Phil Davis no UFC Rio 4, em 3 de agosto, e que o duelo entre os brasileiros Maurício Shogun e Rogério Minotouro, que seria em 15 de junho, foi cancelado por causa de uma lesão de Minotouro. A próxima noite de lutas do UFC será em Fortaleza, neste sábado, quando o peso pesado Rodrigo Minotauro enfrenta Fabrício Werdum.

Leia também:

O poder de Minotauro, o guru dos grandes campeões

Dana White já promove ‘trilogia’ Cigano x Velasquez

Werdum e o desafio de derrotar um de seus ídolos

Antes da confirmação do UFC, a expectativa de Lyoto Machida era de mais uma chance contra o campeão Jon Jones – ele perdeu para o americano em 2011, quando foi finalizado no segundo round. Dana White, presidente do UFC, dava o confronto como certo, mas meses depois sinalizava que o brasileiro poderia enfrentar outro lutador antes de ganhar uma chance contra o campeão. Como em outras ocasiões, o chefão Dana White não cumpriu sua palavra e confirmou que Lyoto Machida enfrentará Phil Davis no Rio de Janeiro.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

Na mesma noite de segunda-feira, Maurício Shogun viu sua luta ser cancelada, aceitou um novo desafio, mas teve o outro confronto adiado. O brasileiro enfrentaria o baiano Rogério Minotouro no UFC 161, em 15 de junho, no Canadá, mas Minotouro sofreu uma lesão nas costas. Com os rumores da lesão do baiano, o falastrão Chael Sonnen publicou em seu twitter que aceitaria o confronto contra o Shogun. Neste momento, Shogun já estava com sua equipe assistindo e estudando as lutas de Sonnen, mas um problema no visto do americano para entrar no Canadá impossibilitou a luta. O brasileiro disse em seu twitter que a luta contra Chael Sonnen também não seria possível, mas que estaria de volta ao octógono em 17 de agosto, provavelmente contra o americano.