Clique e assine a partir de 8,90/mês

Em jogo atrasado, Botafogo tenta assumir a ponta diante do Santos

Por Da Redação - 18 out 2011, 19h07

Santos e Botafogo disputam nesta quarta-feira, às 20h30 (horário de Brasília), na Vila Belmiro, jogo reprogramado da 21rodada do Campeonato Brasileiro. Só que, com a proximidade do final da competição, o duelo cresce em importância, principalmente para os cariocas. Isto porque, caso o Glorioso derrote o Peixe, irá chegar à liderança do Brasileirão. Por outro lado, os santistas podem ajudar o rival Corinthians a se manter na primeira posição, em caso de vitória.

Com poucas chances de chegar ao título brasileiro, tendo em vista que ocupa o 13lugar na Série A, com apenas 38 pontos, o Alvinegro Praiano promete empenho para derrotar o Botafogo, visando dar fim a má fase da equipe no campeonato. Dos seus últimos seis compromissos, o Santos ganhou apenas um.

‘É complicado opinar, pois sabemos que a rivalidade é grande entre Santos e Corinthians. O que posso garantir é que vamos fazer o nosso trabalho e tentar ganhar de todo mundo. Temos que vencer, pois estamos representando o Santos. Além disso, temos que voltar a vencer e retomar o bom futebol. Temos que chegar ‘voando’ no Mundial’, disse o goleiro Rafael, apontando a disputa do Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, no Japão, como motivação para a equipe tentar embalar com uma vitória sobre o Bota.

Sobre o confronto em si, o camisa 1 do Peixe quer ver o seu time mais concentrado em campo, atento aos perigos que um adversário como o Botafogo, que briga pelo título nacional, pode oferecer, mesmo atuando como visitante.

‘Vai ser um jogo muito difícil. Eles têm uma equipe rápida, que se posiciona com inteligência, muito bem distribuída em campo. Eles são velozes, têm jogadores diferenciados no ataque, como o Elkeson, o Maicosuel e o Cortês, pela lateral. Além disso, a zaga deles é muito firme’, comentou Rafael.

Se por um lado, os santistas respeitam o oponente e sabem das qualidades dos cariocas, por outro o time da Vila poderá contar com um ‘reforço’ especial para esse jogo: o atacante Neymar cumpriu suspensão automática, após ser expulso contra o Atlético-MG, e está à disposição da comissão técnica.

Além da Joia, o técnico Muricy Ramalho também deverá contar com os retornos do volante Adriano, poupado contra o Grêmio, na última rodada, e do lateral direito Crystian, que a exemplo de Neymar havia sido expulso diante do Galo. No entanto, o lateral esquerdo Léo, com uma tendinite no pé esquerdo, segue de fora.

Com isso, Muricy deve manter Edu Dracena e Bruno Rodrigo na zaga, com Durval formando a ala esquerda. Danilo pode aparecer no meio, com Crystian voltando a lateral direita. Nesse caso, Alan Kardec seria sacado do time. Henrique e Adriano brigam por uma posição na cabeça de área do meio-campo, enquanto Neymar e Borges estão confirmados no ataque.

Já no Glorioso, terceiro colocado do Brasileiro, com 52 pontos, o confronto pode mudar a realidade na parte de cima da tabela de classificação. E, para o Botafogo, assumir a liderança do campeonato é algo que mexe com os jogadores, que admitem estar tratando o jogo diante do Santos como uma verdadeira decisão.

‘O Corinthians está na liderança, o Vasco já esteve um pouco também e o Flamengo. Acredito que agora esteja no momento do Botafogo sentir esse gostinho e vamos batalhar para que isso aconteça já nesta partida contra o Santos. Trata-se de um jogo isolado e que nos permitirá pontuar e ter alguma vantagem em relação aos nossos concorrentes diretos. Todos aqui estão com a cabeça no título e, portanto, não queremos vacilar’, afirmou o zagueiro Antônio Carlos.

Caio Junior, técnico do Botafogo, vai além e vê o seu time realmente na briga pelo título. Portanto, faz um planejamento para a reta final da competição que leva em consideração um bom resultado na Vila Belmiro.

‘Quero entrar para a história do Botafogo, que é muito rica, e voltei ao Brasil para ser campeão. Portanto, isso vem me guiando há muito tempo e agora o Botafogo mostrou a todos que realmente tem chances reais de erguer essa taça. Logicamente que este jogo contra o Santos é muito importante dentro do nosso planejamento, pois pode nos permitir ganhar pontos em um dia que nossos concorrentes diretos não irão jogar’, explicou Caio Junior.Para este compromisso, o Botafogo não poderá contar com o volante Renato, suspenso por conta do terceiro cartão amarelo recebido contra o Atlético-PR. Bruno Tiago será o substituto. Em compensação, o lateral esquerdo Cortês retorna de suspensão e vai ocupar a vaga de Everton.

Continua após a publicidade

No primeiro turno as duas equipes se enfrentaram no Rio de Janeiro e o Botafogo ganhou por 1 a 0 com um gol de Fábio Ferreira. Naquela ocasião, entretido com as finais da Copa Libertadores da América, o Peixe mandou a campo uma formação de reservas.

FICHA TÉCNICA

SANTOS X BOTAFOGO

Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)

Data: 19 de outubro de 2011, quarta-feira

Horário: 20h30 (horário de Brasília)

Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa-PR)

Assistentes: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Altemir Hausmann (Fifa-RS)

SANTOS: Rafael; Danilo (Crystian), Edu Dracena, Durval e Léo; Henrique (Adriano), Arouca e Ibson; Alan Kardec, Borges e Neymar

Técnico: Muricy Ramalho

BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês; Marcelo Mattos, Bruno Tiago, Elkeson e Maicosuel; Herrera e Loco Abreu

Técnico: Caio Junior

Continua após a publicidade
Publicidade