Clique e assine a partir de 9,90/mês

Em estreia de Casemiro, Real Madrid vence Betis

Clube madrilenho garante 2ª posição, mas ainda está longe do Barcelona

Por Da Redação - 20 abr 2013, 17h34

Na estreia do volante Casemiro na equipe principal do Real Madrid, o clube merengue venceu o Betis por 3 a 1 neste sábado, em jogo válido pelo Campeonato Espanhol. O resultado positivo garante a permanência do clube madrilenho na segunda posição, sem ser assombrado nesta rodada pelo rival Atlético de Madri, mas sem ameaçar a liderança do Barcelona.

A surpresa da equipe do Real foi a entrada de Casemiro entre os titulares, aproveitando as ausências do alemão Khedira, do espanhol Xabi Alonso e do ganês Essien. O brasileiro formou a dupla de volantes com o croata Luka Modric e atuou durante os 90 minutos no estádio Santiago Bernabéu. Emprestado pelo São Paulo ao Real Madrid B, Casemiro foi chamado por Mourinho para treinar nesta semana com o elenco principal e, logo na primeira vez em que foi relacionado, teve sua chance.

Leia também:

Leia também: Clubes espanhóis devem ao fisco 670 milhões de euros

Continua após a publicidade

Ao mesmo tempo, Kaká amargou o banco de reservas e sequer foi aproveitado durante o confronto. Já o lateral esquerdo Marcelo iniciou o jogo, mas foi substituído por Varane logo aos 15 minutos do primeiro tempo em função de uma lesão, deixando o gramado na maca.

O Real abriu o placar aos 45 minutos do primeiro tempo, quando o francês Benzema fez a assistência na área para Özil. Sozinho diante do goleiro, o alemão não teve dificuldade para finalizar no contrapé de Adrián para fazer o gol.

Segundo tempo – No segundo tempo, logo aos 12, o time da casa ampliou a vantagem. Benzema recebeu de Cristiano Ronaldo e balançou as redes da equipe visitante. Pouco depois, Mourinho foi obrigado a fazer mais uma alteração, já que Modric se lesionou e cedeu seu lugar ao brasileiro naturalizado português Pepe.

Quando o jogo parecia decidido, o Real Madrid bobeou no sistema defensivo. Rubén Castro recebeu na área e foi derrubado por um carrinho de Nacho, que recebeu o cartão amarelo. Jorge Molina fez a cobrança para diminuir a desvantagem.

Continua após a publicidade

Apesar do gol, o Betis não conseguiu levar a reação adiante, apesar de ter carimbado o travessão com Rubén Castro nos minutos finais. Já aos 45, Özil não perdoou e marcou o terceiro de sua equipe. José Mourinho, por sua vez, não deixou o campo sem antes levar uma bronca do árbitro Álvarez Izquierdo, irritado com as reclamações do português.

O resultado positivo levou o Real Madrid aos 71 pontos, com dez a menos que o Barcelona, que jogará ainda neste sábado. Já o Atlético de Madri tem 65, na terceira colocação. O Betis fica com 48 na classificação, na parte intermediária da tabela.

(Com agência GazetaPress)

Publicidade