Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Em duelo de desfalcados, Portugal precisa vencer EUA para seguir com chances

Goleada pela Alemanha na estreia, seleção portuguesa não terá lateral-esquerdo Coentrão, machucado, e o zagueiro Pepe, expulso na estreia

Por Da Redação 22 jun 2014, 15h24

Com a necessidade de vencer para se manter na briga por uma vaga nas oitavas de final, mas sem poder contar com o lateral-esquerdo Fabio Coentrão e o zagueiro Pepe, Portugal enfrentará os Estados Unidos às 19 horas deste domingo, na Arena da Amazônia. Os norte-americanos, apesar de terem perdido o atacante Jozy Altidore, estão em posição um pouco mais confortável – venceram Gana na estreia.

Goleada pela Alemanha por 4 a 0 na primeira partida do grupo G, a seleção portuguesa precisa vencer para chegar à última rodada com a mesma pontuação dos americanos, que podem até confirmar a classificação caso ganhem novamente.

Leia também:

Cristiano Ronaldo: ‘Queria estar sem dor, mas isso é impossível’

Cristiano Ronaldo deixa treino de Portugal com gelo no joelho

Alemanha conclui alojamento na Bahia – em cinco meses

Com um balanço de duas vitórias para cada lado e um empate, o último confronto entre ambas é desfavorável para a seleção de Cristiano Ronaldo. Na fase de grupos na de 2002, os portugueses perderam por 3 a 2. Hoje técnico de Portugal, o ex-volante Paulo Bento jogou 20 minutos naquela derrota.

Continua após a publicidade

A tarefa não será simples para Portugal, ainda mais sem Coentrão, cortado do torneio devido a uma lesão, e Pepe, expulso contra os alemães e suspenso para a próxima partida. Além disso, o goleiro titular Rui Patrício e o centroavante Hugo Almeida se recuperam de lesões e devem ser desfalques. Tudo isso somado ao delicado joelho de Cristiano Ronaldo, que já deixou o treino duas vezes nos últimos dias devido a uma tendinite, mas que jogará mesmo assim.

Em meio à onda de desfalques, a única boa notícia para Paulo Bento é o zagueiro Bruno Alves, recentemente liberado pelo departamento médico.

Apesar de ter feito uma atuação abaixo do esperado no segundo tempo contra a Alemanha, André Almeida é o substituto natural de Coentrão. Beto deve assumir o gol lusitano. Para o lugar de Pepe as alternativas são o rápido Neto ou o experiente Ricardo Costa. No ataque, Hugo Almeida deverá ser sacado para a entrada de Éder, em melhor forma física que Hélder Postiga.

Americanos empolgados – O gol do zagueiro Brooks que garantiu a vitória dos EUA sobre Gana por 2 a 1 nos minutos finais alimentou as esperanças de classificação da equipe. Contra Portugal, o objetivo será pelo menos assegurar a segunda posição do grupo.

A perda de Altidore, no entanto, é uma grande preocupação do técnico Klinsmann. Após uma arrancada em velocidade na partida de estreia, o atacante sentiu uma fisgada na coxa, precisou ser substituído e não jogará contra Portugal. Assim como na primeira partida, Johannsson deverá ser o substituto.

Por outro lado, o treinador contará com o polivalente Clint Dempsey, que quebrou o nariz em uma dividida contra Gana. Para não agravar a situação, o jogador irá a campo com uma máscara de proteção.

Continua após a publicidade
Publicidade